Nathiely revela ‘momento difícil’ antes de ouro no Europeu e cita vontade de fazer superlutas; veja

Publicado em 31/01/2019 por: Nilmon
Nathiely revela ‘momento difícil’ antes de ouro no Europeu e cita vontade de fazer superlutas; veja Nathiely Jesus, ex-Cícero Costha, agora fará parte da equipe Soul Fighters (Foto reprodução)

publicidade

Por Vitor Freitas

No Campeonato Europeu da IBJJF, encerrado há duas semanas, em Odivelas, Portugal, a faixa-preta Nathiely de Jesus teve uma grande exibição e terminou como campeã do absoluto, divisão aberta para todos os pesos. A atleta da Unity Jiu-Jitsu fez quatro lutas para vencer o aberto e a divisão peso-pesado.

Na disputa pelo ouro no absoluto, Nathiely pensou em não lutar, por se tratar de uma ex-companheira de equipe e amiga pessoal. Luiza Monteiro (Atos), finalista do absoluto, que treinou bastante tempo com Nathiely, quando ambas representavam a academia Cícero Costha.

Em entrevista exclusiva à TATAME, Nathiely comentou como foi enfrentar Luiza e analisa a decisão de lutar em prol do crescimento do Jiu-Jitsu feminino.

“Então, foi bem difícil. Não queríamos lutar, conversamos bastante sobre isso e no final achamos que seria melhor, tanto para os nossos patrocinadores como para o público presente. A Luíza sempre foi inspiração pra mim quando treinávamos juntas. Lembro que a gente sempre conversava que no dia que eu pegasse a faixa-preta nós fecharíamos um título mundial. No final de tudo, ficamos muito felizes de ter chegado nessa final juntas”, contou Nathi, para logo em seguida destrinchar a campanha que fez em Portugal.

“Acho que lutei muito bem. Não foi como eu queria, pois a mudança de clima e horário bagunçaram um pouco com meu corpo. No final de tudo foi bem legal e pude notar alguns erros que já estou corrigindo para as próximas competições. Tudo gera um aprendizado e posso garantir que aprendi bastante nesse Europeu”.

Antes de encerrar a entrevista, Nathiely manifestou o desejo de fazer superlutas femininas no Jiu-Jitsu.

“Não tenho ninguém em mente, mas qualquer desafio seria muito bem-vindo. Amo lutar e é sempre bom e divertido poder lutar contra meninas que ainda não tive a chance”, encerrou.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade