Moicano vê interrupção do árbitro como ‘precipitada’, mas o empresário discorda

    Renato Moicano foi consolado por José Aldo após o fim do combate (Foto Getty Images / UFC)

    Bem aguardado pelos fãs de MMA, o duelo entre José Aldo e Renato Moicano, realizado no último sábado (2), no co-main event do UFC Fortaleza, terminou com a vitória do ex-campeão peso-pena por nocaute técnico no segundo round. Para muitos, a interrupção do árbitro central foi justa por conta dos golpes aplicados por Aldo e a falta de reação de Moicano. Porém, através das redes sociais, o brasiliense se mostrou contrário à decisão.

    Em um vídeo gravado na sua conta oficial do Instagram, Moicano afirmou para os seus fãs que estava bem depois da luta, sem machucados, mas ao mesmo tempo citou que a interrupção do árbitro aconteceu de forma precipitada, na opinião do lutador brasiliense.

     

    Visualizar esta foto no Instagram.

     

    Vídeo pra todos que estão perguntando como estou… Valeu a torcida galera, o jogo tava certo, acho que o juíz parou cedo demais mas é vida que segue.. vamos nessa!!! ???

    Uma publicação compartilhada por Renato Moicano – UFC (@renato_moicano_ufc) em

    Empresário de Moicano discorda

    Alex Davis, empresário de Renato Moicano e de outros diversos atletas brasileiros, também utilizou as redes sociais para falar sobre o caso. Diferente do seu atleta, o agente ressaltou que a interrupção do juiz no combate foi justa. “Moicano é meu atleta e amo ele. Mas ele não reagia e, para mim, o árbitro agiu correto naquela situação”, afirmou o empresário.

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC Fight Night 144
    Centro de Formação Olímpica, em Fortaleza (CE)
    Sábado, 2 de fevereiro de 2019

    Card principal
    Marlon Moraes finalizou Raphael Assunção com uma guilhotina no 1R
    José Aldo derrotou Renato Moicano por nocaute técnico no 2R
    Demian Maia finalizou Lyman Good com um mata-leão no 1R
    Charles do Bronx finalizou David Teymur com um triângulo de mão no 2R
    Johnny Walker derrotou Justin Ledet por nocaute técnico no 1R
    Livinha Souza derrotou Sarah Frota por decisão dividida dos jurados

    Card preliminar
    Markus Maluko finalizou Anthony Hernandez com um triângulo de mão 2R
    Mara Romero Borella derrotou Taila Santos por decisão dividida dos jurados
    Thiago Pitbull derrotou Max Griffin por decisão dividida dos jurados
    Jairzinho Rozenstruik derrotou Júnior Albini por nocaute técnico no 2R
    Geraldo de Freitas derrotou Felipe Cabocão por decisão unânime dos jurados
    Said Nurmagomedov derrotou Ricardo Carcacinha por nocaute técnico no 1R
    Rogério Bontorin derrotou Magomed Bibulatov por decisão dividida dos jurados

    1 COMENTÁRIO

    1. Não foi escancarado mas o árbitro se afobou ao paralisar a luta! O Moicano estava se defendendo levou vários golpes só que estava lúcido e consciente. Ao me ver de novo mais um erro dos árbitros do UFC.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome