Retorno de Velásquez e estreia de Kron Gracie agitam o UFC Phoenix; Renan Barão busca redenção

    Ngannou e Velásquez farão a luta principal do UFC Phoenix, neste domingo, 17 (Foto Getty Images / UFC)

    Neste domingo (17), o Ultimate dá mais um passo em sua parceria com a ESPN para a realização do UFC on ESPN 1, em Phoenix, no Arizona (EUA). Na luta principal, o ex-campeão dos pesados Cain Velásquez retorna ao octógono após mais de dois anos para enfrentar o francês-camaronês Francis Ngannou, ex-desafiante ao cinturão da categoria.

    No co-main event, James Vick e Paul Felder se enfrentam pela divisão dos leves. Outros destaques são a estreia do faixa-preta de Jiu-Jitsu Kron Gracie, filho da lenda Rickson Gracie, que pega Alex Caceres, e os embates dos brasileiros Renan Barão e Vicente Luque.

    Velásquez retorna contra Ngannou

    Ex-campeão da divisão dos pesados e um dos lutadores mais queridos pelos amantes de MMA, Cain Velásquez está de volta. Sem lutar desde julho de 2016, quando derrotou Travis Browne por nocaute técnico no UFC 200, o americano de origem mexicana conviveu com uma série de lesões que retardaram seu retorno. Agora, Cain garante que está pronto para retomar sua coroa. Aos 36 anos, ele soma 14 triunfos e duas derrotas no seu cartel.

    Do outro lado, Francis Ngannou promete endurecer a disputa. O “Predador” chegou ao Ultimate em 2015 e engatou seis vitórias seguidas até conseguir a chance de disputar o cinturão contra o na época campeão Stipe Miocic. Derrotado por unanimidade após cinco rounds, Ngannou perdeu novamente na sequência, para Derrick Lewis, até reencontrar o caminho das vitórias em sua última luta, quando nocauteou Curtis Blaydes, em novembro.

    Kron Gracie faz estreia no UFC

    Kron fará uma das lutas mais esperadas da noite com sua estreia no Ultimate (Foto Getty Images / UFC)

    A estreia de Kron Gracie no Ultimate é outra luta que gera bastante expectativa nos fãs. Filho do lendário Rickson Gracie, um dos grandes nomes da história da família, Kron chega à maior organização de MMA do mundo depois de brilhar na Ásia. Por lá, o faixa-preta de Jiu-Jitsu estreou na modalidade em 2014 e realizou quatro duelos, finalizando todos.

    Seu rival será o americano Alex Caceres. Dono de um estilo imprevisível, especialista na trocação e com um cartel irregular – 14 vitórias e 11 derrotas -, “Bruce Leeroy”, como é conhecido, aposta que tem condições de estragar a festa de Kron. Para isso, porém, precisava evitar as investidas do brasileiro no chão, especialidade da casa dos Gracies.

    Luque busca quarta vitória seguida

    Luque quer engatar sua quarta vitória seguida para subir no ranking (Foto Getty Images / UFC)

    Embalado após três triunfos seguidos – os últimos dois por nocaute, no primeiro round -, Vicente Luque quer aumentar sua sequência positiva diante de Bryan Barberena em busca de uma vaga no Top 15 da divisão dos meio-médios. Dono de um estilo “assassino”, o brasileiro coleciona nocautes e finalizações, com um cartel de 14 triunfos e seis derrotas.

    Já Barberena vem de um triunfo por nocaute técnico sobre Jake Ellenberger, em agosto do ano passado. Antes, o americano de 29 anos alterou resultados positivos e negativos.

    Barão luta em busca de redenção

    Ex-campeão peso-galo, Renan Barão já foi um dos grandes nomes do Brasil no UFC. Hoje, entretanto, vive a pior fase da sua carreira: são cinco reveses nas últimas seis lutas, sendo três seguidos entre julho de 2017 e setembro de 2018. Fora do octógono, o brasileiro também briga com a balança, tendo falhado no corte de peso em dois compromissos.

    Renan Barão vai para o tudo ou nada em sua luta contra Luke Sanders (Foto Getty Images / UFC)

    Por conta disso, Barão vê no embate contra Luke Sanders uma chance de redenção. O americano de 33 anos também vem de revés, e assim como o brasileiro, não vive boa fase.

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC on ESPN 1
    Phoenix, no Arizona (EUA)
    Domingo, 17 de fevereiro de 2019

    Card principal
    Francis Ngannou derrotou Cain Velásquez por nocaute no 1R
    Paul Felder derrotou James Vick por decisão unânime dos jurados
    Cynthia Calvillo derrotou Cortney Casey por decisão unânime dos jurados
    Kron Gracie finalizou Alex Caceres com um mata-leão no 1R
    Vicente Luque derrotou Bryan Barberena por nocaute técnico no 3R
    Andre Fili derrotou Myles Jury por decisão unânime dos jurados

    Card preliminar 
    Aljamain Sterling derrotou Jimmie Rivera por decisão unânime dos jurados
    Manny Bermudez finalizou Benito Lopez com um triângulo de mão no 1R
    Andrea Lee derrotou Ashlee Evans-Smith por decisão unânime dos jurados
    Nik Lentz derrotou Scott Holtzman por decisão unânime dos jurados
    Luke Sanders derrotou Renan Barão por nocaute técnico no 2R
    Emily Whitmire finalizou Alexandra Albu com um mata-leão no 1R

    6 COMENTÁRIOS

    1. Estão idolatrando demais esse Gracie novato com só 4 lutas no cartel como futuro da organização mas infelizmente vão provar do próprio veneno. Graças aos próprios Gracies que foram morar nos EUA para treinar os americanos hoje em dia os americanos são muito melhor eles no BJJ.
      Esse Kron Gracie não é invicto no Jiu-Jitsu, já perdeu várias lutas em campeonatos, só para o Serginho Moraes perdeu umas 3 lutas. No MMA só sabe levar pro chão e pra variar não sabe trocar e não tem gás, característica própria dos Gracies.
      Vai pegar um cabeça de bagre só que com mais experiência. Se o americano não se cagar com o córner do brasileiro e pressionar indo pra cima, soltando o braço, ganha fácil.

    2. O CACERES É FRACO NO JIU-JITSU! SÓ GOSTA DE MARABALISMO! VAI SER FINALIZADO SE A LUTA FOR PRO CHÃO! COLOCARAM UMA LUTA FÁCIL PRO GRACIE INGRESSAR NO UFC!
      QUANDO PEGAR VERDADEIROS TROCADORES O CALDO VAI ENGROSSAR!

    3. Os Gracie não ganham de mais ninguém mediano, deram o coitado alí pro Gracie fazer cartel, eles não aprendem nada de trocação, treinam mas não aprendem são burros na trocação. Se o kron pega um lutador meia boca ele toma um coro.
      E o Royce vem dizer em entrevista que “quem treina várias artes marcias é burro, que todo lutador inteligente deve treinar apenas uma arte marcial”, ele ta ficando louco, só pode, o Sakuraba bateu mto na cabeça dele naquela surra que o Royce tomou. E no jj kron tem 11 derrotas, perdeu até pra americano. kkkkk

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome