Com equipe completa, Brasil disputa Grand Slam de Judô em Dusseldorf a partir desta sexta (22); saiba mais

Mudança visa implementar uma maior igualdade entre homens e mulheres no Judô (Foto divulgação / CBJ)

Os principais judocas do Brasil estarão no tatame a partir desta sexta-feira (22) para representar o país no Grand Slam de Dusseldorf, na Alemanha, que vai até o próximo domingo (24). Dessa vez, a seleção estará completa, com homens e mulheres juntos pela primeira vez em 2019.

Enquanto a seleção feminina estreou no Circuito no Grand Slam de Paris há duas semanas e lutou o Aberto de Oberwart em seguida, a seleção masculina realizou uma série de treinamentos na Áustria, no Brasil e no Japão no início do ano. A estreia dos homens, portanto, será na competição alemã, uma das mais fortes do Circuito Mundial da FIJ, com a presença de 683 atletas de 97 países.

Em 2018, o Brasil subiu ao pódio duas vezes em Dusseldorf, com Mayra Aguiar (78kg), que foi vice-campeã, e Eric Takabatake (60kg), que conquistou a medalha de bronze. Ambos estarão de volta à ISS Dome neste final de semana.

O peso ligeiro, que participou dos treinos no Japão e, na semana passada, veio ao Rio para três dias de treinos técnicos específicos com os treinadores Yuko Fujii e Luiz Shinohara para os adversários que encontrará em Dusseldorf, chega confiante para repetir o desempenho de 2018.

“Acredito que, como no ano passado, vai estar muito forte. Dusseldorf e Paris sempre são muito fortes. Mas, estou com a cabeça boa, estou bem treinado. Vim dessa preparação no Japão, os treinos no Brasil também foram ótimos. Estou tranquilo e confiante para voltar com essa medalha de novo”, disse Takabatake, atual número 9 do mundo no 60kg e cabeça-de-chave número 4 em Dusseldorf.

Para a técnica Yuko Fujii, a equipe masculina respondeu bem na fase de preparação e chegará para essa estreia com maior competitividade.

“Os atletas treinaram bem em Mittersill, no Japão e no mini-treinamento específico que fizemos no Rio no CT do Time Brasil. Eles estão mais confiantes em soltar seus golpes e mais animados para fazer um ano melhor”, projetou a treinadora, que assumiu a equipe principal em maio de 2018. “Vejo bastante evolução na competitividade dos nossos atletas. A gente buscou ter competitividade no treino e todos responderam bem, estão mais competitivos agora.”

Além de Takabatake (60kg), outros sete brasileiros serão cabeças-de-chave no torneio: Daniel Cargnin (66kg), Rafael Silva “Baby” (+100kg), Rafaela Silva (57kg), Maria Portela (70kg), Mayra Aguiar (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg) e Beatriz Souza (+78kg).

Programação

A programação oficial começou com o sorteio das chaves na manhã da última quinta-feira (21). A competição começa na sexta-feira (22) para os judocas das categorias 48kg, 52kg, 57kg, 60kg e 66kg. No sábado (23), será a vez dos atletas dos pesos 63kg, 70kg, 73kg e 81kg. Fecham a disputa no domingo (24) os pesos 78kg, +78kg, 90kg, 100kg e +100kg.

Ao vivo

www.live.ijf.org / ippon.tv

Horários

4h30 – Preliminares
13h – Bloco Final
Horários de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente
Seu nome