Behring pede que Erberth seja ‘banido’ do esporte após confusão no BJJ Stars

    Mestre Sylvio Behring, que foi comentarista no BJJ Stars, opinou sobre a briga generalizada (Foto: Divulgação)

    Por Diogo Santarém

    Faixa-vermelha e preta de Jiu-Jitsu, Sylvio Behring, um dos nomes mais respeitados do Jiu-Jitsu mundial, participou do BJJ Stars, no sábado (23), como comentarista oficial. O Mestre, à TATAME, destacou a organização do evento conduzida por Fepa Lopes, fez elogios às superlutas, mas mostrou o seu descontentamento com a briga generalizada que aconteceu na luta principal da noite entre Erberth Santos e Felipe Preguiça.

    Após parar o combate para receber atendimento médico, Erberth, que estava sendo vaiado pelo público durante o confronto, saiu da área de luta e foi para cima de algumas pessoas, o que gerou um caos no Hebraica. O líder do Esquadrão Brasileiro precisou sair escoltado do ginásio. O BJJ Stars confirmou que o faixa-preta está banido dos próximos cards.

    Além de dar aulas de Jiu-Jitsu e cursos de GPCI (Gerenciamento Progressivo de Comportamento Inconveniente) pelo mundo, Sylvio também faz parte do quadro diretório da FJJD-Rio e da CBJJD. Behring, inclusive, disse que Erberth foi banido das competições organizadas por essas duas organizações desde 2014 por “comportamento inadequado”.

    “O Erberth Santos foi banido da Federação de Jiu-Jitsu Desportivo do Rio de Janeiro desde 2014 por atitudes de indisciplina. Não o deixamos mais participar dos nossos eventos, mas ele se tornou um grande campeão. Apesar de tantas posturas polêmicas, desonestas ou de má índole, ele conseguiu ter resultados (positivos) na carreira. Ele não representa o Jiu-Jitsu”, destacou Sylvio, que pediu uma postura semelhante a de outras federações.

    “Duvido que o Hebraica (palco do BJJ Stars, na cidade de São Paulo) e qualquer outro clube permita que façamos evento de Jiu-Jitsu vendo aquelas imagens. É cobrar as instituições que tenham a mesma postura que a FJJD-Rio teve em 2014, quando baniu o Erberth Santos. Ele tem que ser banido definitivamente do Jiu-Jitsu e do esporte. Não é reconhecido como faixa-preta, como professor. Vai fazer o que ele quiser da vida”, afirmou.

    O Mestre Sylvio também disse que os professores precisam ter mais ética na hora de aceitar um aluno em sua academia e não só pensar no dinheiro. O faixa-vermelha e preta citou que é preciso fazer uma entrevista com a pessoa, criar um perfil e, se for alguém que já tenha treinado, buscar referências nas outras academias. Ele destacou que o professor precisa saber o risco que está sofrendo ao ter determinado atleta em sua academia.

    34 COMENTÁRIOS

    1. Temos q acabar com essa hipocrisia de ficarem condenando a tudo e à todos.
      Ninguém é obrigado ficar levando desaforo pra casa e cada um resolve do seu jeito, Erberth Santos quis resolver na porrada beleza, eu não faria diferente.
      Foi assim que nosso esporte se popularizou com a família Gracie saindo na porrada na praia invadindo academia, hoje está uma nutelada, não estou dizendo pra todo mundo sair na porradaria, mas hoje estão todos muito sensíveis se ofendem com palavras dizem que é bullying. Esses problemas sempre foram resolvidos na saída da escola mano a mano.

      • Concordo, tudo nutelada, todos donos da verdade, tem que se ter respeito com quem tá dentro do tatame, parabéns pela coragem na colocação.

      • Nunca vi um Gracie das antigas pular fora do tatame em uma competição pra agredir um opositor e colocar outros em risco. E outra, eles faziam isso contra outras modalidades, pra mostrar a supremacia do BJJ deles. E pelo amor de Deus, isso foi na década de 90, não cabe mais nessa época que falamos em tentar colocar o Jiu nas Olimpíadas.

    2. Banido? Ah menos tb vai, vamos parar de pose! Já estão querendo tripudiar em cima da carniça. O cara errou e vai pagar por isso, porém vamos parar de frescura, de ostentação de virtude.

    3. Para quem dá aula de GPCI (Gerenciamento Progressivo de Comportamento Inconveniente), deveria tratar o rapaz, não banir 🙂

    4. Sei que o cara errou, mas também sei que não podemos ser intolerantes, se o esporte é para também fazer pessoas melhores, então não se pode banir alguém que viveu uma vida para o esporte, mas trabalhar na mente dele para que esse erro seja corrigido!

    5. Tratar o rapaz? Até preso esse indivíduo já foi e vocês acham que mudou? Merece ser banido pra baixar a crista e quem sabe a vida ensina a ser humilde, ter respeito e pode quem sabe ter uma 3ª chance! A verdade é que não representa o JJ! Atitude imbecil, sem juízo! Merece um processo bem pesado!

    6. Tem que tratar o Ralph também.
      Não sou a favor do eberth, mas 1 pesos e 2 medidas fica difícil entender.

    7. Acho sim que deveria haver uma punição dura, para na próxima pensar 2 vezes… Agora banimento acho um pouco demais

    8. Pedir banimento não é algo digno de um “mestre”.
      Se o cara errou, que haja a punição adequada, mas privá-lo de exercer a sua arte e competir é absurdo.

      • Tu quer mesmo discutir com o mestre ou querer falar que ele está certo ou errado?
        Quem é você ?

        Repense nesse comentário infeliz e peça desculpa!

        • Acorda, cara… teu mestre se excedeu na crítica e ponto.
          A turma que está querendo que o cara seja banido é porque não tem a moral de encará-lo de frente.

    9. DEVERIA RECEBER UMA SUSPENSÃO DE ALGUNS ANOS COMO AS COMISSÕES ATLÉTICAS FAZEM, MAS BANIR UM CARA QUE TEM UM HISTÓRICO DE DELINQUÊNCIA E SÓ SABE FAZER ( JIU-JITSU ), SERIA EMPURRA-LO PARA A VIDA DO CRIME NOVAMENTE.

    10. Esse Herbert me parece ser adepto da velha escola de jiu-jitsu. desafiar desafetos, brigar em festas e shows, ameaçar professores, invadir academias, combinar lutas marcadas tipo “rinhas”, querer desmoralizar atletas e se autoproclamar “casca-grossa”. discordo de banir do esporte. Tem que ser preso mesmo. Esse tipo de gente só aprende na dor meu camarada…

    11. não conheço o eberth e nem os outros envolvidos (pessoalmente), mas vejo a situação como espectador e posso dizer que, quem vai torcer não pode ofender a pessoa, ou time, ou juiz em um torneio ou campeonato. quando vamos a um lugar desse devemos orientar na parte técnica e incentivar o atleta. tem que ter uma punição dura sim, porem para ambas as partes envolvidas.
      ” Estudando a historia evitamos o erro do passado.”

    12. E 20 pessoas, profissionais do jiu jitsu, juntarem pra encher de chutes um cara que foi pra cima de um? Qual o posicionamento do Behring a respeito? Ou o código de ética dele só aplica ao Erberth? A resiliência profissional, o espírito faixa preta, o esporte e blablabla só vale pra julgar ele?
      Estou curioso

    13. mestre ta na radicalidade ainda .. suspende o moleque problemático, sem mestre . dá um susto . que banir nada.. fala sério .. vai banir jogador de futebol .. banir corrupto .. , leva o cara p academia e corrige ele então, acabar c a vida do cara, fala séro, ficam destacando o que deu errado no evento.. pacabá

    14. Eu jamais pagaria um ingresso para ver pessoas como Erbert lutar, ou mesmo indicaria a academia que ele treina ou ensina. Estou aqui imaginando o que ele ensina para seus alunos? Enfiar a mão na cara de quem te provoca? Até a justiça tem agravante pra quem tem conhecimentos de técnicas de artes marciais, é muita ignorância de alguns dizer que é assim que se resolve as coisas, dá pra ver que ainda precisa mudar muita coisa neste “esporte”, se não começar a ter duras punições só irão retroceder.
      Boa sorte a todos que competem e que vocês não encontrem nenhum Erbert pela frente, assisti um vídeo em que ele dava um soco no seu oponente sem que o juiz percebesse.
      Você pode lutar sem raiva, e evoluir sua arte.

    15. ATITUDE DESSE CARA FOI MUITO ERRADA PORÉM QUEM NUNCA ERROU NA VIDA , VEJO VÁRIOS ESCREVENDO UM MONTE DE COISA MAS NÃO OLHAM PRO PRÓPIO RABO , SR SILVIO BHERING ATÉ ACADEMIA JÁ INVADIU (LEMBRA DO TELO).

    16. Wei…estava aqui na casa de banho e li estes comentarios. Sou de portugal e pratico jj ha uns anos e sempre fiz outros desportos. Um atleta figura publica tem que estimular as criancas com o seu exemplo a serem melhores…o que esse porra tonta fez foi dizer que “porque sou mais forte posso atacar qualquer um mais fraco apenas porque me apetece”. Devia ser banido do desporto, sim, porque nao fez o que deveria ter feito: controlar-se ckmo um Homem deve fazer.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome