Com golpes ‘acrobáticos’, brasileiro rouba a cena no ROAD FC 52; GP dos Leves tem semi definida no ONE

    Mansour vai enfrentar o campeão A-Sol Kwon pelo cinturão e US$ 1 milhão (Foto reprodução ROAD FC)

    Além do UFC Praga, na República Tcheca, e do Bellator 217, na Irlanda, outros eventos de MMA ao redor do mundo agitaram o último fim de semana. Com grande destaque, o ROAD FC 52 aconteceu no sábado (23), em Seul, Coreia do Sul, e teve como atração principal o desfecho do GP dos Leves, que coroou o vencedor, o francês Mansour Barnaoui, com a chance de enfrentar o campeão A-Sol Kwon pelo cinturão e um prêmio de US$ 1 milhão.

    Porém, apesar da conquista de Mansour, quem roubou a cena foi o brasileiro Michel “Demolidor” Pereira. O peso-pesado paraense encarou o sul-coreano Dae Sung Kim, em disputa sem limite de peso, e deu um verdadeiro show. Mesmo com o rival mais pesado, Michel soube usar suas armas e mostrou um vasto repertório de golpes, incluindo mortais, impulsos na grande – à la Anthony Pettis -, chutes altos, joelhadas voadoras e muito mais.

    O nocaute veio no segundo round, após uma série de joelhadas no clinche do Muay Thai. Em sua segunda luta pela organização asiática, Demolidor chega a duas vitórias por nocaute. Ao todo, são 22 triunfos e nove derrotas na carreira, além de dois “No Contest”.

    Na luta principal, Mansour Barnaoui nocauteou o russo Shamil Zavurov no terceiro round e, ao conquistar o GP dos Leves, se credenciou para enfrentar o campeão da categoria, o sul-coreano A-Sol Kwon. O triunfo veio com uma joelhada voadora espetacular. Vale lembrar que o GP teve início em julho de 2017, com 16 lutadores, e só agora chegou ao fim. Barnaoui faturou US$ 200 mil, e encara Kwon pelo cinturão e um prêmio de US$ 1 milhão.

    ONE define semifinal de GP Peso-Leve

    Na sexta-feira (22), em Cingapura, aconteceu o “ONE: Call to Greatness”, com dois duelos válidos pelas quartas de final do GP dos Leves da organização. Por lá, o costa-riquenho Ariel Sexton e o turco Saygid Arslanaliev derrotaram Amir Khan e Ev Ting, respectivamente, e vão se enfrentar em uma das semifinais. Enquanto Sexton finalizou com um mata-leão no terceiro round, Arslanaliev precisou de 25s para nocautear Ting.

    Do outro lado da chave, o americano Lowen Tynanes já está garantido na semifinal após vencer o filipino Honório Banario em janeiro. Ele aguarda o vencedor do confronto entre o russo Timofey Nastyukhin e o americano Eddie Alvarez, ex-campeão do UFC e do Bellator, marcado para acontecer no dia 31 de março, em Tóquio, na estreia do ONE no Japão.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome