Após faturar ouro duplo no Europeu, Victor Hugo projeta: ‘A meta é ser o melhor faixa-marrom do ano’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 20/02/2019
Após faturar ouro duplo no Europeu, Victor Hugo projeta: ‘A meta é ser o melhor faixa-marrom do ano’ Victor Hugo vem em alta na faixa-marrom e exaltou sua temporada (Foto: Vitor Freitas)

publicidade

Protagonista na faixa-marrom, Victor Hugo é lapidado pelos irmãos Xande e Saulo Ribeiro em San Diego, na Califórnia (EUA). Aos 21 anos, o jovem atleta deixou o aconchego de sua casa e sua família para viver o sonho na terra do Tio Sam. E até agora todo o seu suor derramado no tatame durante os treinamentos vem dando bons frutos nos campeonatos.

Em janeiro, por exemplo, Victor começou com o pé direito, ao vencer o pesadíssimo e o absoluto no Europeu, primeiro grande torneio da IBJJF em 2019. Qual nota teria uma atuação de respeito para um faixa-marrom campeão absoluto da Europa? Victor analisou.

“Eu daria nota 10 por conta do resultado final, foi favorecedor e conquistei aquilo que fui lá buscar. Não lutei na minha melhor forma e sei aonde tenho que melhorar para os futuros campeonatos e isso é uma das coisas que sinto que o campeonato ajuda bastante. Com um olhar crítico você pode ver bem o que errou e aonde pode melhorar, por isso gosto de sempre estar competindo e me testando ao máximo contra os melhores”, contou Victor.

Victor também aproveitou para analisar a final do absoluto contra Bruno Lima (Gracie Barra), luta que valeu o ouro mais cobiçado do dia entre os lutadores da faixa marrom.

“Venci nos pontos, por 6 a 2. Foi uma luta bem intensa, pois comecei atrás, tomando dois pontos, quando já tinham passado cinco minutos de luta. Restava pouco tempo, mas acabei voltando atrás e fazendo seis pontos através de uma queda e pegada de costas”.

O jovem atleta ainda comentou que 2019 pode ser o ano da sua última participação na faixa marrom. Portanto, ele analisou o que espera da sua jornada no esporte para o futuro.

“Fico confiante. Não só ter vencido o Europeu, mas toda essa experiência que tenho tido como faixa-marrom me deixa bem confiante e motivado para fazer bonito na temporada. A meta é ser o melhor faixa-marrom do ano e deixar meu nome gravado nessa faixa”, disse.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade