Campeão mundial nas faixas coloridas, atleta da GFTeam quer repetir o feito na preta: ‘Nível é outro’

Publicado em 03/02/2019 por: Nilmon
Campeão mundial nas faixas coloridas, atleta da GFTeam quer repetir o feito na preta: ‘Nível é outro’

publicidade

Por Vitor Freitas

Maurício Oliveira Neto, de apenas 21 anos, é a mais nova estrela da nova geração da GFTeam, equipe conhecida por formar talentos desde as faixas coloridas, como é o caso desse jovem campeão. Natural de São Caetano, em Salvador, na Bahia, Mauricio deixou seus familiares para viver o sonho de ser atleta profissional de Jiu-Jitsu e isto aconteceu bem cedo, quando tinha apenas 16 anos de idade e uma faixa-azul amarrada na cintura.

A vida de Maurício foi evoluindo muito rápido desde que chegou ao Rio de Janeiro, em meados de 2015. No ano seguinte, em 2016, o baiano viu a primeira medalha de ouro da International Brazilian Jiu-Jitsu (IBJJF) ser pendurada no seu pescoço e num lugar mágico. Em seu primeiro Mundial em Long Beach, na Califórnia (EUA), Maurício faturou o ouro no peso-médio. O feito não parou por aí e, novamente, foi repetido nas faixas-roxa e marrom.

Este último título mundial, em 2018, garantiu a última participação de Maurício na faixa-marrom. A faixa preta foi entregue um dia depois, na academia, pelas mãos do seu professor Julio César e seu amigo de infância e também faixa-preta, Gutemberg Pereira.

“Eu trabalho duro todos os dias pelos meus sonhos e quando você trabalha duro, Deus sempre abençoa. Fui muito feliz nas últimas faixas e sei que com o meu trabalho vou repetir o feito das faixas anteriores”, disse o jovem Mauricio, em entrevista à TATAME.

Com poucas lutas ainda na faixa-preta e um título conquistado em um Open da IBJJF, Maurício aproveitou para analisar o que pretende para o seu futuro no Jiu-Jitsu.

“Eu lutei três campeonatos na faixa preta e me senti muito bem. Cada vez aprendendo mais. Eu senti que, na faixa preta, é aonde realmente começa tudo. O nível é outro. Se você erra, fica difícil de correr atrás”, explicou Maurício que, logo a seguir, detalhou os treinos na GFTeam Ohio, ao lado de Gutemberg Pereira, Dante Leon e Max Gimenes.

“A gente treina duas vezes por dia o Jiu-Jitsu e uma vez musculação. Agora eu comecei a treinar um pouco de Wrestling, mas sou muito ruim em pé ainda (risos). O treino aqui é muito bom, meus companheiros são os melhores que tenho. Meu próximo campeonato vai ser o Pan e vou estar pronto para ser campeão”, encerrou ele sobre o evento em março.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade