Esperando ‘sim’ de Volkanovski, Dedé não descarta revanche de Aldo e Conor

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 22/02/2019

publicidade

Por Yago Rédua

Antes mesmo do UFC Fortaleza, quando lutou e nocauteou Renato Moicano, José Aldo afirmou que queria lutar no próximo card no Brasil, que deverá acontecer em maio, ainda sem cidade confirmada oficialmente pela organização. À TATAME, Dedé Pederneiras, técnico do ex-campeão, disse que o próximo alvo é Alexander Volkanovski. “The Great” vem embalado na organização com cinco vitórias seguidas e aparece na quarta posição da divisão dos penas. Porém, o treinador não descarta uma revanche com Conor McGregor – que pediu para lutar em solo brasileiro.

“Estamos esperando a confirmação do Alexander Volkanovski para lutar no card do Brasil, em maio. Se o Conor quiser, com certeza aceitamos ele. Mas o mais provável é que seja o Volkanovski. Contra o Conor a gente até aceita lutar na divisão de cima (dos leves). Com os outros, queremos lutar nos penas, tendo em vista que o contrato do Aldo (com UFC) está acabando e queremos uma disputa de título”, apontou Dedé Pederneiras.

Aldo já lutou duas vezes com Max Holloway, atual campeão da categoria, e foi derrotado em ambas por nocaute. Dedé disse que existe a “expectativa” por uma terceira luta, mas para isso acontecer, explicou que a estratégia é ir eliminando os postulantes ao title shot.

“Faltam poucas lutas para pensarmos nisso (superlutas). As lutas que interessam para gente são Conor (McGregor), Max (Holloway) e agora o Volkanovski. Existe a expectativa de uma nova luta com o Holloway. O nosso objetivo é eliminar os contenders. O Moicano já foi, o próximo deve ser o Volkanovski e não vai ter outro. Então, teria que ser ele (Aldo)”.

Sobre Ketlen Vieira, Dedé garantiu que a manauara merece disputar o cinturão dos galos contra a campeã Amanda Nunes. No entanto, o UFC encaminha para acertar o duelo da “Leoa” contra a ex-campeã Holly Holm: “Sem dúvida nenhuma, quem merece o (title shot) é a Ketlen Vieira. Mas o UFC é o dono do evento e eles fazem o que quiserem”, finalizou.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade