Rei do Europeu, Gustavo Batista foca no Pan e Mundial: ‘O treino continua forte’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 27/02/2019

publicidade

Por Vitor Freitas

erto de completar 23 anos em março, Gustavo Batista, o Braguinha, vive dias de glórias dentro do Jiu-Jitsu competitivo. Faixa-preta desde 2017, o jovem atleta da Atos chegou ao topo da Europa em janeiro, quando brilhou no peso pesado e absoluto – batendo o multicampeão Lucas Lepri (Alliance) – no Campeonato Europeu da IBJJF, em Portugal.

A vitória na final do absoluto, contra Lucas, foi um marco. Ninguém jamais havia feito mais de seis pontos sobre o considerado por muitos “maior peso-leve de todos os tempos”, e Gustavo quebrou isso anotando 10 a 0. As medalhas no Europeu colocaram Batista em um outro patamar, e agora ele é um dos atletas a serem batidos nos próximos campeonatos.

“Acredito que, com o passar do tempo, a gente vai evoluindo e ficando com um Jiu-Jitsu mais sólido. Na faixa preta, não se pode cometer erros e sempre busquei evoluir as minhas dificuldades para conseguir chegar o mais completo e preparado possível. Fiquei muito feliz por poder lutar com um cara sinistro como o Lepri, que sempre admirei muito e conseguir fazer uma boa luta. Foi uma sensação inesquecível”, explicou Gustavo, que está invicto no Europeu desde 2015, quando competiu por lá pela primeira vez, ainda como faixa-azul.

Em entrevista à TATAME, o rei do Europeu, um meio-pesado de origem, também explicou a decisão de lutar entre os pesados, divisão que fechou com o companheiro Kaynan Duarte.

“Lutei no peso pesado, porque teria que baixar muito peso para a minha categoria, que é a meio-pesado. Como estava com o objetivo do absoluto, preferi ficar de pesado mesmo sem cortar peso. Aí consegui chegar bem para o absoluto e sair com o ouro”, disse Batista.

Com seu foco voltado para o Pan-Americano e o Mundial, ambos torneios da IBJJF, o aluno de André Galvão comentou sobre o início de ano e suas próximas metas dentro do esporte.

“Foi muito bom, com certeza. Fiquei muito feliz de começar o ano com essa conquista muito importante, mas acredito que tem bastante coisa para eu melhorar. O foco já é nos próximos campeonatos. O treino continua forte, sem dúvida alguma”, encerrou o jovem.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade