Técnico revela que Lewis lutou lesionado com Cigano: ‘Ele não conseguia treinar’

    Treinador de Lewis revelou que o atleta lutou lesionado contra Junior Cigano (Foto Getty Images / UFC)

    Derrotado por Junior Cigano por nocaute na luta principal do UFC Wichita, realizado no último sábado (9), Derrick Lewis estava lesionado no duelo contra o brasileiro. Pelo menos é o que garante Bob Perez, treinador do americano, que revelou que o “Black Beast” sofria com problemas no joelho desde o dia 12 de fevereiro. O lutador chegou a passar por uma ressonância magnética e a consultar uma segunda opinião, tendo a liberação para lutar. Todavia, Perez afirmou que o treino de seu atleta foi comprometido com a lesão.

    “Lewis não sairia (da luta) de jeito nenhum. O treino de preparação foi muito ruim. Ele não conseguia fazer nada. De 12 de fevereiro até a luta, ele não conseguia correr. Eu basicamente pude fazer manopla para ele e ele podia nadar e fazer bicicleta ergométrica sentado. Ele não conseguia treinar direito”, revelou o treinador ao site MMA Fighting.

    Durante o combate diante de Cigano, Lewis recebeu um chute rodado na costela, sentindo no mesmo momento o forte golpe. O treinador de Derrick, porém, declarou ainda que pediu para que o americano definisse a luta nos primeiros rounds justamente por conta do problema no joelho. De acordo com a jornalista Helen Yee, da “NBC Sports”, o peso-pesado sofreu rupturas no menisco, no ligamento cruzado anterior e no ligamento medial colateral.

    “Já sabia que ele estava machucado na barriga, mas eu não sabia a extensão disso, porque Travis (Browne) quebrou suas costelas. Derrick disse que ‘precisava fazer cocô’. Não, duas costelas foram quebradas. Então, na minha cabeça, as costelas quebraram de novo. Eu sabia que seu joelho estava ruim, dava para perceber pela sua movimentação que ele não estava ali. Ele, na verdade, segurou o joelho duas vezes. Então eu disse: ‘Você tem que finalizar agora’. Se fosse para o terceiro (round), acho que ele não suportaria o seu peso. Nos bastidores (depois da luta), ele estava numa cadeira de rodas. A perna estava completamente travada”, concluiu o treinador sobre Lewis, que não tem previsão de volta.

    3 COMENTÁRIOS

      • Bem isso mesmo, ênfase ao ainda previsível jogo do Cigano… continua dando as costas meio de lado com a guarda baixa quando “toma uma”. Foi assim que o Velasquez o desfigurou.

    1. esse cara e um gigante costelas quebradas joelho trincado e ainda terminou a luta era melhor naum ter lutador porra foda o sofrimento di neguin nesse sport cruelzaum

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome