Dana faz críticas ao árbitro que decretou vitória de Hannibal no UFC Londres e pede ‘desculpas’ a Roberts

    Cláudio Hannibal finalizou Danny Roberts, mas duelo terminou em polêmica (Foto Getty Images / UFC)

    O desfecho da luta entre Cláudio Hannibal e Danny Roberts, no último sábado (16), pelo UFC Londres, causou grande polêmica. O brasileiro saiu vencedor após o árbitro do combate, Kevin Sataki, interromper a disputa, declarando a vitória de Hannibal após o lutador encaixar um armlock sobre seu oponente no terceiro e último round.

    A polêmica, no entanto, se deu pelo fato de Roberts, derrotado no duelo, afirmar que em nenhum momento deu os “três tapinhas” em sinal de desistência e nem mesmo gritou, o que pode causar uma desistência verbal. Por isso, a “revolta” do lutador inglês de 31 anos.

    Sataki revelou que interrompeu o confronto ao ter ouvido gritos de dor de Danny, todavia, as imagens não indicam uma desistência verbal por parte dele. Após a luta, o presidente do UFC, Dana White, fez duras críticas à decisão do árbitro e ainda pediu desculpas a Roberts.

    “Me mata quando esses árbitros fo*** tudo e roubam uma oportunidade e luta tão boas não só dos lutadores, mas dos fãs! Danny Roberts, SINTO MUITO!”, postou o mandatário.

     

    Visualizar esta foto no Instagram.

     

    Kills me when these refs FUCK UP and steal such a great fight and opportunity from the not just the fighters but the fans!!!!! @danhotchocolate SO SORRY!!!!! #ESPN+

    Uma publicação compartilhada por Dana White (@danawhite) em

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome