Projeto social de Manguinhos classifica 16 alunos para representar o Rio em etapa do Brasileiro de Caratê

Alunos de Manguinhos brilharam em competição realizada no Rio (Foto Leonardo Fabri)

Realizada no último domingo (17), na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico do Rio, a 2ª Etapa Classificatória do Campeonato Estadual de Caratê revelou os atletas que irão representar o Rio de Janeiro na seletiva regional para o Brasileiro da modalidade.

Dos atletas classificados, 16 são do projeto social CRJ Sandokan, que desde 2009 leva os ensinamentos do Caratê a crianças e jovens do Complexo de Manguinhos, uma das comunidades mais perigosas da capital Fluminense. Ao todo, a equipe liderada pelos mestres Marise Covelo e Clemente Santiago conquistou 22 medalhas, sendo sete de ouro, oito de prata e sete de bronze, em uma campanha bastante comemorara por todos.

“O resultado não chega a ser uma surpresa, porque a gente batalha todos os dias para isso, foi apenas mais um objetivo conquistado. Estou muito orgulhosa dos meus alunos, principalmente daqueles que não conseguiram na etapa anterior, não desistiram e levaram agora”, disse a líder do projeto nas dependências do Centro de Referência da Juventude.

A seletiva regional para o Campeonato Brasileiro de Caratê acontece nos dias 27 e 28 deste mês, em Brasília. “Graças a Deus temos a LBV e a Super Rádio Brasil como parceiras há 6 anos e eles sempre garantem as nossas inscrições. Mas somar forças nunca é demais, então a gente está aberto a quem quiser nos apoiar ajudando com alimentação, transporte e hospedagem nesta missão”, afirmou a sensei Covelo, que atende cerca de 120 alunos.

Um dos classificados para representar a seleção carioca na seletiva regional é Vanessa Vitória, de 18 anos, atual campeã brasileira na modalidade Kumite, voltada para o combate corpo a corpo. Desta vez ela garantiu a vaga no Kata, que é a sequência de movimentos no ar. O motivo para a mudança de modalidade é especial: a atleta está grávida de 6 meses.

“Eu não consigo ficar parada e, como não posso lutar por conta da gravidez, decidi disputar no Kata. De uma forma ou de outra eu tenho que estar sempre competindo, vivendo essa adrenalina de competição, que me faz muito bem”, disse a jovem campeã e futura mamãe.

Presidente da CBK exalta a importância do trabalho social

Luís Carlos Cardoso, presidente da Confederação Brasileira de Karatê (CBK), parabenizou os projetos sociais que levam a doutrina da arte aqueles que não têm condições de pagar academias tradicionais e exaltou a parceria com a LBV (Legião da Boa Vontade).

“É uma parceria quem vem de muito tempo, uma parceria necessária para o crescimento do nosso esporte e que só abrilhanta o Caratê do Rio de Janeiro. Todo esporte é uma boa ferramenta de inclusão, mas o Caratê talvez seja um dos que mais incluem, por conta da disciplina. Cumprimentar professor no dojo é fácil, difícil é respeitar o adversário, os árbitros, mesmo na adrenalina. E a competição, nesse aspecto, é fundamental”, apontou.

Confira abaixo os alunos classificados para a seletiva em Brasília:

Miguel Nunes
Rafael Nunes
Diego Esteves
Matheus Macedo
Alisson
Vitor Gabriel
Gabriel Oliveira
João Jesus
Elias Pereira
Marcus Augusto
Thiago Gomes
João Gomes
Carolina Araújo
Vanessa Silva
Henrique Feitosa

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente
Seu nome