UFC 239 terá Jones x Thiago Marreta e Amanda Nunes x Holly Holm, afirma site

    Jon Jones fará sua segunda defesa de título após retomar o cinturão meio-pesado (Foto Getty Images / UFC)

    Segundo divulgou o site da ESPN americana na noite desta quarta-feira (27), o UFC 239, marcado para o dia 6 de julho, em Las Vegas (EUA), já tem suas duas lutas principais definidas. A publicação revela que, em conversa com Dana White, o presidente do Ultimate confirmou Jon Jones x Thiago Marreta pelo cinturão meio-pesado como duelo principal, além de Amanda Nunes x Holly Holm pelo título dos galos feminino como co-main event.

    Depois de “flertar” com uma possível luta contra Stipe Miocic, ex-campeão dos pesados, Jon Jones irá mesmo enfrentar o brasileiro Thiago Marreta. Após cumprir suspensão por doping, Jones retomou o cinturão meio-pesado – vago com a subida de Daniel Cormier para os pesos pesados – ao derrotar Alexander Gustafsson, em dezembro do ano passado. Em seguida, defendeu o título contra Anthony Smith, no início deste mês. Aos 31 anos, “Bones” acumula um respeitoso cartel de 24 vitórias e uma derrota (por desqualificação).

    Thiago Marreta, por sua vez, teve uma rápida ascensão até o title shot. Ex-lutador da divisão dos médios, o brasileiro de 35 anos subiu para o peso meio-pesado e engatou três triunfos até conseguir a chance de disputar o título, com nocautes sobre Eryk Anders, Jimi Manuwa e Jan Blachowicz, este último em uma verdadeira guerra em fevereiro passado.

    Amanda tentará somar sua nona vitória seguida, agora contra Holm (Foto A Dama de Ferro / Getty Images)

    No co-main event do UFC 238, Amanda Nunes e Holly Holm farão um combate há muito tempo especulado. Campeã em duas divisões após vencer Cris Cyborg e faturar a cinta no peso pena, Amanda colocará em jogo o título dos galos, sua categoria de origem. A “Leoa” vem de oito vitórias seguidas e já é um dos grandes nomes da história do MMA feminino.

    Do outro lado, Holm é ex-campeã dos galos e um dos poucos nomes de destaque entre as mulheres do plantel do UFC que Amanda não enfrentou – a brasileira já superou Valentina Shevchenko, Miesha Tate, Ronda Rousey, Raquel Pennington e Cyborg, por exemplo -. Em sua última luta, a americana venceu Megan Anderson por decisão unânime dos jurados.

    2 COMENTÁRIOS

    1. Thiago Marreta, R.I.P. É botar a graninha no bolso e correr pra funilaria. De qualquer modo, boa sorte ao brasileiro!

    2. Jon Jones não tem poder nas mãos, por isso usa cotoveladas, chute no joelho, dedo nos olhos e quedas para cotoveladas. O Thiago Marreta tem que cuidar com o modos operandis do JJ: contra o Ovince S.P ele chutou contra o braço do O.S para anular o braço bom, contra o Glover ele deu uma chave de braço para anular o braço bom, contra o Gustafsson e Lyoto ele levou a luta para o chão para não correr riscos e usou cotovelos. E ele usa essas técnicas porque sabe que não tem potência nas mãos, e até hoje ninguém testou o queixo dele para sabermos a resistência. A luta é previsível tanto com o Thiago Marreta como contra o Johnny Walker, o Jon Jones não vai querer correr riscos contra nenhum dos dois, vai tentar machucar o braço bom dos dois para anular o jogo e também tentar jogar para o chão para usar cotovelos, além dos conhecidos chutes no joelho, cotoveladas giratórias e dedo nos olhos, sendo que ele é autorizado a lutar dopado e cherado.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome