Algoz de Adesanya e campeão peso-médio, brasileiro Alex Poatan renova contrato com o GLORY

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 21/03/2019

publicidade

Campeão dos médios (até 85kg) do GLORY, o brasileiro Alex “Poatan” Pereira renovou seu contrato com a maior organização de Kickboxing do mundo. O vínculo será vigente por dois anos, sem número de lutas especificado. Em comunicado oficial, o presidente Marshall Zelaznick comemorou a permanência do nocauteador brasileiro. Segundo Marshall, o evento não mediu esforços para garantir que Poatan permanecesse lutando no GLORY.

“É só dar uma olhada nas atuações mais recentes para entender porque Alex Pereira é um dos pesos-médios mais perigosos do mundo. São 60% das vitórias conquistadas pela via rápida. Isso não é nada fácil com o nível técnico elevadíssimo que temos. Pereira sempre entra no ringue para decidir. É por isso que os fãs do mundo todo o adoram, e não medimos esforços para renovar o contrato com o GLORY por mais dois anos, pelo menos”.

Poatan domina a categoria desde outubro de 2017, quando tomou o cinturão do então campeão, o canadense Simon Marcus, no GLORY 46, que aconteceu em Guangzhou (CHI).

Desde então, o atleta paulista fez três defesas de título. O nocaute espetacular no primeiro round sobre o holandês/tunisiano Yousri Belgaroui, no GLORY 55, em julho de 2018, foi inclusive um dos mais votados como melhor do ano nas enquetes oficiais da organização.

Além das vitórias sobre Belgaroui e Marcus, o recorde profissional de Poatan inclui triunfos sobre Israel Adesanya (hoje em destaque no UFC), Dustin Jacoby e o ex-campeão do “It’s Showtime”, Sahak Parparyan. Recentemente, Alex passou dois meses em Los Angeles (EUA) como integrante da equipe de Anderson Silva, ajudando o ex-campeão do UFC em sua preparação para a luta contra Adesanya. Em comunicado, Alex celebrou a renovação.

“Me orgulho muito de ser um lutador do GLORY e representar o Brasil no maior palco de Kickboxing do mundo. Tenho uma grande responsabilidade como campeão, mas isso sempre rende motivação extra. Vivemos uma realidade dura no Brasil, mas sou a prova viva de que todo mundo tem chance de vencer na vida. Defenderei meu cinturão por muito tempo ainda. O foco agora está redobrado, e meus adversários podem se preparar para o pior em cima daquele ringue. Eu vou vir com tudo para manter o que é meu”, garantiu.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade