Cara de Sapato revela ‘desavença’ com Borrachinha e desafia: ‘Vamos resolver’

Publicado em 11/03/2019 por: Nilmon
Cara de Sapato revela ‘desavença’ com Borrachinha e desafia: ‘Vamos resolver’

publicidade

Por Mateus Machado

Sem lutar desde abril do ano passado, Antônio Cara de Sapato não vê a hora de voltar ao octógono do UFC. Atual número 12 do ranking peso-médio da organização, o brasileiro vem de cinco vitórias consecutivas e desafiou um “velho conhecido” para seu retorno ao Ultimate. Trata-se de Paulo Borrachinha, sétimo colocado na lista dos melhores da divisão até 84kg, que recentemente teve seu confronto contra Yoel Romero cancelado.

A história entre Cara de Sapato e Borrachinha vem de longa data, antes deles participarem da terceira edição do reality show “TUF Brasil”, onde Antônio saiu campeão na divisão peso-pesado. Em entrevista à TATAME, o paraibano revelou que chegou a treinar com Paulo durante o período, mas que a relação entre ambos ficou estremecida durante o TUF.

“A gente foi da mesma edição do TUF, ficamos na mesma casa. Antes disso, treinamos juntos, ele foi lá para a Bahia e a gente treinou com o professor Dórea. Logo depois, conseguimos entrar no TUF, ele entrou na categoria até 84kg e eu lutei de peso-pesado. Lá dentro da casa, ninguém gostava dele, ele não tinha amizade com ninguém, eu era o único que defendia ele quando alguém falava mal. Do nada, ele começou a falar mal de mim também na casa, disse que me finalizou, que me pegou no treino, que meu Jiu-Jitsu era mais ou menos… Isso dizendo para os caras do outro time, sendo que ele era do meu time (risos). Com isso, tivemos uma desavença lá dentro também, com ele sempre tendo essa postura arrogante. Depois, vi algumas entrevistas onde ele disse que o erro dele foi ter lutado na divisão até 84kg, porque ele perdeu lá no TUF e eu fui campeão no peso-pesado, onde ele disse que queria ter lutado”, contou Cara de Sapato, que agora vê com bons olhos a oportunidade de enfrentar o compatriota no Ultimate, afinal, Borrachinha está em alta.

“Seria uma ótima oportunidade para ele mostrar que me finaliza e uma ótima oportunidade para ele tentar tomar o meu título do TUF, já que ele perdeu lá dentro. Até porque nós somos os únicos dentro do ranking peso-médio que estamos sem luta. Eu já pedi todo mundo, todos do ranking, mas dessa lista, ou tem luta ou estão machucados. Para você imaginar, eu pedi do 15º ao campeão, se você falar todos os nomes, ou tem luta marcada ou não podem lutar, menos o Borrachinha e eu. Então faria muito sentido essa luta, a menos que ele queira correr, esperar, mas eu não quero aguardar mais. Eu já falei com o UFC que luto com qualquer um”, afirmou o faixa-preta e campeão mundial de Jiu-Jitsu, que condenou os lutadores que “escolhem” luta e voltou a desafiar o desafeto Borrachinha.

“Hoje em dia todo mundo quer escolher luta, mas os verdadeiros campeões não escolhem luta. No meu esporte, o Jiu-Jitsu, eu fui campeão mundial, e para isso, eu tive que lutar com todos. Não tem isso de furar fila, escolher luta, você tem que lutar com todo mundo, senão você não é campeão. Eu nunca escolhi luta, nunca vou escolher, quero lutar com todos. Ele está na minha frente no ranking e eu nem sei como, porque o que ele tem de lutas no UFC eu tenho um número maior de sequência de vitórias (risos). Ele tem quatro lutas, quatro vitórias, e eu tenho cinco vitórias e quatro finalizações. Seria uma excelente oportunidade da gente lutar. Se ele correr, eu luto contra qualquer um, dentro ou fora do ranking. Mas eu adoraria lutar com ele, a gente já não se ‘bica’ mesmo, já que tem essa história por trás. Seria ótimo para a gente resolver esse problema”, finalizou o faixa-preta.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade