McGregor está sob investigação na Irlanda após alegação de agressão sexual; entenda o caso

Publicado em 27/03/2019 por: Nilmon
McGregor está sob investigação na Irlanda após alegação de agressão sexual; entenda o caso Conor McGregor ainda não definiu um nome para o seu próximo combate (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Sem lutar desde outubro do ano passado, quando foi derrotado por Khabib Nurmagomedov, Conor McGregor segue tendo seu nome em evidência por problemas fora do cage. Na última terça-feira (26), foi publicado pelo jornal “The New York Times” que o irlandês está sob investigação por conta de uma alegação de agressão sexual contra uma mulher, que ocorreu em dezembro de 2018.

Vale salientar que, pelo menos por enquanto, não há uma acusação criminal contra o atleta. Todavia, de acordo com o que consta no protocolo de investigações criminais na Irlanda – país onde Conor reside – uma acusação formal, teoricamente, não ocasiona uma prisão. O caso está em investigação e informações dão conta que McGregor foi detido em janeiro, interrogado e, na sequência, liberado pelas autoridades.

Ainda não existem provas que tornem Conor McGregor culpado. Responsável por fazer a acusação, a mulher afirma que a agressão teria ocorrido no Beacon Hotel, considerado um hotel de luxo na Irlanda, e local que “The Notorious” frequentaria ocasionalmente. A última visita de McGregor ao hotel teria acontecido justamente em dezembro, período que a imprensa irlandesa passou a noticiar o caso, sem citar o nome de Conor.

Na Irlanda, a imprensa menciona que um “esportista famoso” é suspeito do caso. Ainda segundo a publicação do “New York Times”, um porta-voz da polícia irlandesa afirmou que um homem foi preso no dia 17 de janeiro e liberado logo na sequência, sem haver uma acusação criminal, já que o caso segue em investigação.

A notícia passa a repercutir mundialmente justamente quando Conor McGregor, através de suas redes sociais, anunciou sua aposentadoria do MMA. No entanto, em um comunicado à imprensa, Karen J. Kessler, uma das assessoras de McGregor nos EUA, negou que “saída” do irlandês do esporte tenha qualquer tipo de relação com a investigação do caso, classificando a situação como um “boato falso”.

“Esta história está circulando por algum tempo e não está claro por que está sendo noticiada agora. A presunção de que o anúncio da aposentadoria de Conor hoje está relacionada a este boato é absolutamente falsa. Se Conor lutar no futuro, deve ser num ambiente em que lutadores são respeitados por seu valor, suas habilidades, seu trabalho duro e sua dedicação ao esporte”, diz a nota.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade