Masvidal aplica belo nocaute sobre Till no UFC Londres; Hannibal vence Roberts

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 16/03/2019
Masvidal aplica belo nocaute sobre Till no UFC Londres; Hannibal vence Roberts

publicidade

Com grande presença de público na O2 Arena, foi realizado neste sábado (16) o UFC Londres, na Inglaterra. Na luta principal, uma verdadeira “zebra”. Jorge Masvidal teve bom desempenho e aplicou um nocaute espetacular sobre Darren Till, “calando” a torcida inglesa. No co-main event, com uma atuação segura, o meio-médio Leon Edwards derrotou Gunnar Nelson por decisão dividida e seguiu embalado na divisão.

Ainda no card principal, Jack Marshman, Nathaniel Wood e Dominick Reyes foram superiores e, desta forma, saíram vitoriosos contra John Philips, José Alberto Quiñonez e Volkan Oezdemir.

Além de Molly McCann o card preliminar contou com outros destaques em Londres, como Mike Grundy e Dan Ige, que tiveram boas atuações e não precisaram do julgamento dos árbitros para vencerem Nad Narimani e Danny Henry, respectivamente.

Masvidal nocauteia Till de maneira espetacular

O confronto começou eletrizante, com Jorge Masvidal aplicando um golpe baixo sobre Darren Till ainda nos primeiros segundos. Na volta da luta, Till partiu para cima e aplicou um potente golpe, levando Masvidal a knockdown. O americano absorveu bem o golpe e o duelo voltou a ficar em pé, e o inglês mostrou-se superior na trocação, controlando bem a distância e conseguindo boas combinações de golpes.

No segundo round, a luta seguiu na trocação e Masvidal cresceu de produção. O americano encontrou a distância e, aos poucos, foi frustrando as ações de Till. Em um dos seus ataques, Jorge partiu para cima e aplicou um potente cruzado de esquerda sobre Darren, o nocauteando no mesmo instante e causando surpresa na torcida inglesa, que esperava um resultado positivo do atleta local. Com isso, Jorge Masvidal volta a vencer após duas derrotas seguidas.

Com o belo nocaute, Jorge Masvidal se recuperou das duas derrotas consecutivas (Foto: Getty Images)

Edwards vence Nelson e emplaca sétima vitória

Após um início “estudado” entre os dois lutadores, Gunnar Nelson tomou a primeira ação e aplicou a queda sobre Leon Edwards. O jamaicano conseguiu se levantar rapidamente e, surpreendendo, derrubou o islandês, o pressionando contra a grade, com alguns golpes conectados. No segundo round, seguiu “travado”, desta vez na luta em pé, onde poucos golpes foram desferidos. Na reta final, Edwards voltou a surpreender e, com uma cotovelada, levou Nelson à lona, terminando a parcial com novos golpes no ground and pound.

No terceiro e último assalto, ciente da desvantagem, Gunnar passou a insistir nas tentativas de queda, mas encarava pela frente uma boa defesa por parte de Edwards. No minuto final da luta, Nelson, enfim, conseguiu derrubar Leon, caindo já na montada. Leon Edwards, todavia, controlou bem o ímpeto do islandês e saiu com o triunfo por decisão dividida, conquistando sua sétima vitória seguida no UFC.

Leon Edwards derrotou Gunnar Nelson e emplacou a sétima vitória seguida (Foto: Getty Images)

Hannibal finaliza Roberts com desfecho polêmico

Explorando bastante os chutes, Cláudio Hannibal começou bem a luta contra Danny Roberts. Bem em sua estratégia, o brasileiro não demorou para derrubar o inglês. Lutando em sua principal especialidade, o faixa-preta de Jiu-Jitsu controlou Roberts durante boa parte do primeiro round, saindo em vantagem. No segundo assalto, o combate, em sua grande parte, voltou a ficar baseado no solo, onde Cláudio usou de sua experiência para controlar Danny durante a parcial.

Bastante cansado, Hannibal começou o terceiro round em apuros, sendo derrubado por Roberts e recebendo duros golpes no ground and pound. Por baixo no cage, Cláudio encaixou um armlock, e foi aí que começou uma grande polêmica. Com o golpe estabilizado, o árbitro interrompeu a luta, declarando a vitória para o mineiro, no entanto, Danny Roberts reclamou demasiadamente da decisão, alegando que, em nenhum momento, deu os três tapinhas ou desistiu verbalmente do combate. Polêmicas à parte, Cláudio Hannibal emplacou sua quarta vitória consecutiva na organização.

Cláudio Hannibal finalizou Danny Roberts, mas duelo terminou em polêmica (Foto: Getty Images)

Em boa luta, McCann supera Pedrita

O duelo começou de forma eletrizante entre Priscila Pedrita e Molly McCann, com ambas partindo para a trocação franca desde os primeiros segundos. Logo na sequência, a brasileira foi derrubada pela inglesa e passou por apuros na luta de chão, quase sendo finalizada em mais de um momento. No segundo assalto, as lutadoras voltaram para a luta em pé e McCann seguiu superior, conectando diversos golpes limpos no rosto da carioca, que mostrou resistência e “sobreviveu” a mais um round.

Na terceira e última parcial, já bem desgastadas, as atletas não tinham mais forças para aplicar golpes mais potentes, mas ainda assim, empolgaram o público inglês pela raça demonstrada. Na reta final, ciente da desvantagem, Pedrita partiu para o “tudo ou nada”, mas acabou sendo superada por McCann na decisão unânime dos jurados, amargando sua segunda derrota consecutiva no Ultimate.

Priscila Pedrita foi superada pela inglesa Molly McCann no card preliminar (Foto: Getty Images)

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC Fight Night 147
The O2 Arena, em Londres (ING)
Sábado, 16 de março de 2019

Card principal
Jorge Masvidal derrotou Darren Till por nocaute no 2R
Leon Edwards derrotou Gunnar Nelson por decisão dividida dos jurados
Dominick Reyes derrotou Volkan Oezdemir por decisão dividida dos jurados
Nathaniel Wood finalizou José Alberto Quiñonez com um mata-leão no 2R
Cláudio Hannibal finalizou Danny Roberts com um armlock no 3R
Jack Marshman derrotou John Phillips por decisão dividida dos jurados

Card preliminar
Arnold Allen derrotou Jordan Rinaldi por decisão unânime dos jurados
Marc Diakiese derrotou Joe Duffy por decisão unânime dos jurados
Saparbeg Safarov derrotou Nick Negumereanu por decisão unânime dos jurados
Dan Ige finalizou Danny Henry com um mata-leão no 1R
Molly McCann derrotou Priscila Pedrita por decisão unânime dos jurados
Mike Grundy derrotou Nad Narimani por nocaute técnico no 2R

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade