Próximo de disputar título em card histórico do ONE, Bibiano diz: ‘Mal posso esperar para entrar em ação’

Publicado em 29/03/2019 por: Nilmon

publicidade

Por Vitor Freitas

Faixa-preta de Jiu-Jitsu e casca-grossa do MMA, Bibiano Fernandes volta a lutar contra Kevin Belingon pelo cinturão dos pesos-galos do ONE Championship, no próximo domingo (31), em Tóquio, no Japão, em uma das lutas principais do card da organização asiática, que promoverá a maior edição de sua história, com quatro disputas de título.

Com 22 vitórias, sendo oito por finalização, e apenas quatro derrotas no cartel, o Bibiano quer voltar ao topo da divisão e ainda não pensa em pendurar as luvas.

Aos 38 anos, o brasileiro contou, em entrevista exclusiva à TATAME, os novos planos da sua carreira e o que pretende fazer para destronar Kevin, rival conhecido e atual detentor do título dos galos.

Confira a entrevista:

– Como você se sente a poucos dias de disputar o cinturão?

Eu acho que é necessário fazer preparação física, a parte técnica e a parte mental, é muito importante para estar com as três combinações perfeitas. Porque às vezes o cara vai lá, só lutar por lutar, legal, mas só que às vezes você quer fazer uma coisa melhor, você tem que fazer uma preparação legal, pelo menos umas seis a sete semanas para o Jiu-Jitsu. Ficar treinando, mas dar uma ‘puxada’ por umas seis semanas. Estou feliz por tudo que vem acontecendo na minha vida e mal posso esperar para entrar em ação. Vai ser uma luta boa e a estratégia vocês vão ver na hora.

– Qual seu maior desejo como profissional hoje?

O maior sonho que eu já realizei nessa minha trajetória de luta foram as amizades. As amizades, as pessoas que eu conheci no mundo da luta. Muita gente do mundo da luta que eu tive a oportunidade de conhecer, como o Rickson Gracie, por exemplo. Então, para mim, isso foi um sonho realizado. Eu nunca imaginava que eu um dia chegaria onde eu cheguei, então graças a Deus, com fé, disciplina e determinação eu consegui vencer. Cheguei onde eu acho que muita gente não imaginaria que eu chegasse.

– O que mais você lembra dos tempos de Jiu-Jitsu?

Eu tive várias experiências no mundo do Jiu-Jitsu. Eu vi muita luta sinistra. Assim, as minhas lutas, as lutas do Nino, do Fernando Margarida, a luta do Saulo… Teve uma luta do Ricardinho Vieira contra o Robinho também. A minha luta sendo campeão mundial de Jiu-Jitsu pela primeira vez, então têm várias coisas que eu nunca vou esquecer. Devo voltar a lutar de quimono em breve, sinto falta disso.

CARD COMPLETO:

ONE: A New Era 
Domingo, 31 de março de 2019
Tóquio, no Japão

Eduard Folayang x Shinya Aoki
Xiong Jing Nan x Angela Lee
Aung La N Sang x Ken Hasegawa
Kevin Belingon x Bibiano Fernandes
Demetrious Johnson x Yuya Wakamatsu
Eddie Alvarez x Timofey Nastyukhin
Andy Souwer x Yodsanklai IWE Fairtex (Kickboxing)
Danny Kingad x Andrew Leone
Tatsumitsu Wada x Ivanildo Delfino
Kairat Akhmetov x Reece McLaren
Mei Yamaguchi x Kseniya Lachkova
Anthony Engelen x Garry Tonon
Rodtang Jitmuangnon x Hakim Hamech (Muay Thai)
Panicos Yusuf x Mohammed Bin Mahmoud (Muay Thai)
Hiroki Akimoto x Joseph Lasiri (Kickboxing)
Yoon Chang Min x Bala Shetty

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade