Peso-pesado se torna o primeiro lutador banido do UFC por casos de doping; veja

    Ruslan Magomedov se tornou o primeiro lutador a ser banido por reincidência de doping (Foto: Getty Images)

    Atleta da categoria peso-pesado do UFC, Ruslan Magomedov conseguiu um fato, até então, inédito, na última segunda-feira (1). O russo se tornou o primeiro lutador a receber a pena máxima da USADA (Agência Antidoping dos EUA), sendo banido de forma vitalícia do octógono. O gancho pesado foi anunciado pelo órgão e a causa foi a reincidência em resultados positivos para doping, além de Ruslan ter se negado a realizar um novo exame, em fevereiro.

    Magomedov testou positivo para cinco substâncias proibidas em um exame realizado fora do período de luta, em outubro do ano passado. Em duas oportunidades, foi flagrado com metabólitos metiltestosterona, e em outras três ocasiões, com metabólitos de estanozolol. Tais compostos são tidos como esteroides anabolizantes e proibidos pela WADA (Agência Mundial Antidoping). Vale ressaltar que, em 2016, o russo já havia sido suspenso por dois anos por testar positivo para a substância proibida ostarine.

    A USADA, no entanto, confirmou que a causa do banimento se refere ao fato do lutador ter se recusado a completar um “processo de coleta”, em fevereiro. A recusa, então, provocou uma terceira violação na política antidoping do Ultimate.

    Com 32 anos, Ruslan Magomedov contabiliza 14 vitórias e apenas uma derrota no MMA profissional. O russo estreou no UFC e realizou apenas três lutas, derrotando Viktor Pesta, Josh Copeland e Shawn Jordan, respectivamente.

    3 COMENTÁRIOS

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome