Jovens atletas se destacam no Wrestling e campeão brasileiro busca patrocínio para ir ao Pan; saiba mais

Jovens atletas brasileiros vêm obtendo bons resultados no Wrestling (Foto: Divulgação)

Firmando-se cada vez mais como um polo de treinamento e formação de grandes campeões, a ViVi Arena – nome que substitui Upper Arena – recebeu no dia 23 de março o Campeonato Brasileiro de Wrestling e alcançou ótimos resultados.

Os atletas Pedro Campos, Thamires Machado e Marcos Carrozzino conquistaram medalha de ouro no juvenil; Mateus Machado foi prata e Gabriel Góes bronze na mesma categoria. Todos treinam na ViVi Arena com um dos treinadores da Seleção Brasileira de Wrestling, Daniel “Pirata” Alvarez, que também faz um trabalho de base no projeto social Escola de Lutas José Aldo.

Um dos destaques da competição, a agora campeã brasileira juvenil, Thamires, conta que já apostava em seu resultado positivo. “A minha expectativa era a melhor possível, porque eu me preparei muito bem. Minha oponente era bastante forte, mas meu rendimento cresceu muito e consegui impor meu jogo”, analisou.

Aos 18 anos, Thamires se prepara para disputar o título Pan-Americano na Guatemala, em junho. “Graças a Deus consegui ser convocada pela Confederação para representar o Brasil no Pan-Americano. Faço aniversário no dia 3 e embarco no dia 4, vai ser meu presente de aniversário”, diverte-se. E acrescenta: “Meu presente maior vai ser essa medalha que eu vou buscar”.

Campeão brasileiro busca patrocínio para ir ao Pan

Também medalha de ouro na categoria juvenil, Pedro Campos, de 17 anos, conta que, assim como Thamires, estava muito bem preparado para o campeonato brasileiro.

“Eu comecei a treinar com o meu mestre Pirata há muitos anos e para essa competição a gente fez um planejamento de três meses, focando unicamente em ser campeão brasileiro juvenil, já que no ano passado me sagrei campeão brasileiro da categoria cadete”, explica. “Fiz quatro lutas duríssimas, com uma final emocionante, que acabei vencendo por pontos”.

Infelizmente, apesar da conquista da medalha de ouro, Pedro não teve a mesma sorte da colega de treinos. Ele não foi convocado para o Pan-Americano na Guatemala e agora busca por patrocínio para realizar a viagem.

“Quero lutar por uma medalha Pan-Americana e levantar a bandeira do meu país no lugar mais alto do pódio. Estou muito focado, tenho certeza que vai dar tudo certo”.

Interessados em patrocinar o atleta Pedro Campos devem entrar em contato pelo e-mail atletadeouro99@gmail.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente
Seu nome