Após lutar no Contender Series, ex-UFC Marcio ‘Lyoto’ fará luta principal do Future FC 4

    Marcio Lyoto retorna ao MMA nacional para lutar no Future FC após passagem pelo Dnaa White's Contender Series (Foto: Chris Unger/Getty Images)

    Márcio Alexandre Jr., mais conhecido no MMA como Márcio Lyoto, emplacou 11 vitórias seguidas até ser chamado para participar da terceira edição do TUF Brasil, reality show do UFC. O catarinense foi muito bem no programa e chegou a final, mas acabou derrotado por Warlley Alves. Ainda assim ele foi contratado pelo Ultimate e teve mais duas chances, mas perdeu para Tim Means e Court McGee, o que resultou em sua demissão da organização.

    O carateca, então, voltou aos eventos nacionais para fazer uma nova escalada e quem sabe ser recontratado pelo UFC. Vindo de dois triunfos seguidos, ele poderá se aproximar ainda mais do seu objetivo caso vença Wellington Turman nesta sexta-feira (19), quando fará a luta principal do Future FC 4.

    “Estou treinando há quatro meses direto. Mas, praticamente, não entro em camp. Procuro me manter motivado e treinando constantemente. Estou em uma fase muito boa da minha carreira. Meu adversário vem de três vitórias seguidas, mas será a primeira vez que ele vai enfrentar um cara experiente como eu. Duas vezes na carreira ele foi testado contra atletas de bom nível e perdeu. Então, essa será mais uma oportunidade para ele. Mas nessa fase que eu estou vivendo, não vai dar para o Turman. Todo mundo sabe que eu vou querer socar e chutar, não é segredo pra ninguém, e ele vai tentar me colocar na grade e fazer o anti-jogo. A luta deve se desenrolar desta maneira. Quem encaixar o jogo, será o grande vitorioso dessa luta. Mas a fase que estou vivendo, com certeza vou vencer por nocaute”, disse Lyoto.

    A última luta de Márcio Lyoto foi em agosto do ano passado, quando ele participou do Contender Series Brasil, programa que serve como vitrine para lutadores que querem uma chance no UFC. Ele venceu bem a sua luta, mas acabou não sendo recontratado pela organização americana. O lutador acredita que o fato de ter vencido em menos de dois minutos de luta tenha sido o motivo de não ter tido uma nova oportunidade no Ultimate, já que não teria conseguido mostrar a organização a sua evolução no MMA.

    “Quando eu finalizei na guilhotina em menos de dois minutos de luta, sinceramente achei que seria contratado novamente pelo UFC. Até porque finalizei um cara duro, que era um prospecto do MMA brasileiro. Acredito que eu não tenha sido chamado por conta do desenrolar da luta, que foi muito rápida. Como eu sou um ex-UFC, não deu para ver o quanto eu evolui nesse tempo que eu fiquei fora. Acredito que se fosse uma luta mais longa, que eu pudesse mostrar mais a minha capacidade técnica, minha movimentação, a maneira como estou me impondo no octógono, com certeza eles me contratariam de volta. Como não consegui usar o meu jogo de soco e chute, eles não conseguiram ver o novo Márcio Lyoto. Então, o que eu não consegui mostrar no Contender, eu vou mostrar agora no Future FC”, cravou.

    Apesar de não ter sido readmitido, Márcio Lyoto garante não ter ficado chateado e nem frustrado, e acredita que mais cedo ou mais tarde irá retornar ao UFC ou a uma outra grande organização de MMA.

    “Vou vencer e, com certeza, os grandes eventos estarão de olho em mim. Até porque eu vou chegar a minha terceira vitória seguida. Mas, independente de voltar ou não ao UFC, eu quero continuar lutando e dando continuidade a minha carreira. Eu tenho certeza que farei uma boa luta no Future FC, que vai me alavancar para os grandes eventos. Acredito que as coisas irão acontecer, as portas irão se abrir e tenho certeza que a minha próxima luta já será em um evento internacional. A experiência e a maturidade que eu adquiri no UFC e levei para as lutas seguintes, é o que eu precisava para crescer como lutador”, concluiu.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome