Hermansson vence Jacaré no UFC Flórida e frustra planos do brasileiro pelo cinturão; confira

    Jack Hermansson levou a melhor sobre Jacaré e emplacou a quarta vitória consecutiva (Foto: Getty Images)

    Realizado neste sábado (27), na Flórida (EUA), o UFC Fight Night 150 promoveu uma legião de brasileiros no card. Na luta principal, com uma estratégia perfeita e desempenho seguro, Jack Hermansson levou a melhor sobre Ronaldo Jacaré por decisão unânime. No co-main event da edição, o americano Greg Hardy teve uma atuação avassaladora e precisou de apenas alguns minutos para nocautear Dmitry Smoliakov por nocaute ainda no primeiro round.

    Outros sete brasileiros entraram em ação no card. Destaque para as vitórias de Dhiego Lima, Gilbert Durinho, Augusto Sakai e Glover Teixeira. Por outro lado, além de Jacaré, Virna Jandiroba, John Lineker e Alex Cowboy foram derrotados por seus respectivos adversários.

    Hermansson tem atuação segura e supera Jacaré

    Após um breve início com cautela, Jack Hermansson e Ronaldo Jacaré foram para a trocação e o sueco mostrou mais superioridade, e após conectar um golpe que levou o brasileiro ao chão, quase o finalizou com uma guilhotina, surpreendendo a todos. No segundo round, depois de um rápido momento na luta em pé, o sueco aplicou a queda e conectou bons golpes no ground and pound, aumentando sua vantagem no confronto.

    No terceiro assalto, ambos vinham travando um duelo equilibrado na trocação, até que Jacaré conectou um forte cruzado de direita, que balançou Jack. Na reta final, o brasileiro aplicou mais uma bela sequência de golpes, que fizeram Hermansson recuar. Na quarta parcial, o sueco voltou a aumentar seu ritmo e encurralou o faixa-preta na grade com a sequência de combinações. Na reta final, Ronaldo tentou equilibrar as ações, mas não conseguiu igualar a vantagem construída pelo oponente.

    No quinto e último round, ambos conseguiram quedas no início, mas seguiram na trocação em pé. Ciente da desvantagem, Ronaldo Jacaré foi à caça de Jack Hermansson, mas viu o sueco controlar muito bem a distância, com uma estratégia perfeita. Nos últimos segundos, o brasileiro foi para o “tudo ou nada e chegou a aplicar bons golpes, mas Jack respondeu com mais uma boa queda, frustrando as ações de Jacaré. Desta forma, Hermansson saiu com a vitória por decisão unânime e conquistou seu quarto triunfo consecutivo, entrando de vez na lista dos melhores da categoria.

    Jack Hermansson aplicou estratégia perfeita para derrotar Ronaldo Jacaré (Foto: Getty Images)

    Perry é superior e derrota Alex Cowboy

    Como já era esperado, Alex Cowboy e Mike Perry começaram o confronto em alto ritmo. O brasileiro apostou nos chutes rodados, enquanto o americano buscava contragolpear e estava com um cruzado “engatilhado”. Na reta final, Cowboy cresceu de produção e terminou o primeiro round com um volume maior de golpes. No segundo assalto, os dois travaram um combate mais equilibrado, com destaque para uma queda espetacular aplicada pelo americano. Perry ainda encontrou tempo para derrubar Alex e castigá-lo com duros golpes no ground and pound, que quase levaram o atleta de Três Rios à nocaute.

    Na terceira e última parcial, os atletas vinham fazendo uma luta estudada, até Mike Perry apertar o ritmo e conectar uma sequência de golpes sobre Cowboy, que sentiu. O momento foi determinante para o americano, que controlou bem as ações na reta final e saiu vencedor por decisão unânime dos jurados.

    Mike Perry foi superior e derrotou Alex Cowboy na unanimidade dos jurados (Foto: Getty Images)

    Glover supera adversidades e finaliza Cutelaba

    Ion Cutelaba e Glover Teixeira começaram a luta em ritmo insano. Mais ativo na trocação, o romeno aplicou fortes golpes sobre o brasileiro, com um deles pegando em cheio no queixo, o levando a knockdown. Na reta final, Glover equilibrou as ações, mas saiu em desvantagem.

    No segundo round, Ion passou a “respeitar” mais o oponente, o que tornou o duelo mais emocionante. Mesmo cansado, Teixeira mostrou uma resistência impressionante aos 39 anos e, ao aproveitar uma desatenção do romeno, levou a luta para o chão, esbanjou técnica ao conseguir a transição para as costas e finalizou com um belo mata-leão, conquistando seu segundo triunfo seguido na organização.

    Glover Teixeira superou adversidades e finalizou Cutelaba no segundo round (Foto: Getty Images)

    Sandhagen supera John Lineker em grande combate

    John Lineker e Cory Sandhagen deram um show ao público. Em três rounds, os dois lutadores protagonizaram um show, com ressalva para a boa estratégia para o americano, que travou um bom combate na luta em pé, aplicou bons golpes sobre o brasileiro e teve grande resistência ao não bater à justa guilhotina aplicada por Lineker já na reta final de luta. No final, os juízes decretaram o triunfo de Sandhagen por decisão dividida.

    John Lineker fez dura luta contra Sandhagen, mas acabou sendo derrotado (Foto: Getty Images)

    Sakai vence Arlovski em duelo equilibrado

    O duelo começou bem equilibrado na trocação, com Augusto Sakai sendo mais ofensivo em relação a Andrei Arlovski. Na sequência, o bielorrusso aplicou mais golpes e terminou o primeiro round com uma leve vantagem. No segundo assalto, a luta seguiu em pé e com equilíbrio. Os dois lutadores seguiram trocando golpes na sequência, desta vez com uma ligeira superioridade do brasileiro.

    No terceiro round, já cansados, ambos não golpeavam com muita precisão, mas Sakai aplicou os melhores golpes, enquanto Arlovski buscava mais o contragolpe. Na decisão dos árbitros, após 15 minutos de confronto, Augusto Sakai saiu com o triunfo por decisão dividida.

    Augusto Sakai travou duelo equilibrado contra Arlovski, mas saiu vitorioso (Foto: Getty Images)

    Jandiroba é derrotada em estreia pelo UFC

    Após uma entrada errada de Virna Jandiroba, Carla Esparza conseguiu a queda, mas a brasileira logo saiu da posição. Após um breve período na luta em pé, a americana voltou a derrubá-la, no entanto, Virna mais uma vez se desvencilhou da situação adversa. No segundo round, foi a vez de Jandiroba derrubar, mas Carla “explodiu” e saiu rapidamente. As duas atletas seguiram buscando a luta de chão, e quando o duelo foi para o solo novamente, a baiana teve leve superioridade.

    No terceiro e último assalto, Esparza conseguiu a queda logo no início e ficou por cima por um bom tempo. Quando o combate voltou a ficar em pé, as duas lutadoras, já bem cansadas, pouco golpearam. Esparza foi para a posição de sacrifício e caiu por baixo, mas soube controlar bem o ímpeto da oponente. Ao fim de três rounds, Carla Esparza saiu vencedora por decisão unânime.

    Virna Jandiroba fez luta bem disputada, mas saiu derrotada por Carla Esparza (Foto: Getty Images)

    Durinho dá show de Jiu-Jitsu e finaliza Davis

    Logo no começo, Gilbert Durinho explorou os chutes e, assim que teve uma chance, derrubou Mike Davis. Pressionando o americano contra a grade, o brasileiro não conseguiu manter a posição por muito tempo e a luta voltou a ficar em pé. O duelo foi para a trocação franca e Durinho foi superior, conseguindo nova queda sobre Davis na reta final.

    No segundo assalto, logo nos primeiros segundos, Gilbert voltou a derrubar o oponente, desta vez caindo em boa posição. Após não conseguir finalizar no mata-leão, Durinho partiu para a montada, mas foi para as costas novamente, onde voltou a encaixar o mata-leão e, dessa vez, foi implacável, forçando os três tapinhas de Davis e conquistando a segunda vitória consecutiva.

    Gilbert Durinho aplicou um justo mata-leão para finalizar Mike Davis (Foto: Getty Images)

    Dhiego Lima vence em boa atuação

    Dhiego Lima e Court McGee fizeram um primeiro round bem agitado, com bons momentos para ambos, o que animou o público presente. O segundo assalto teve o mesmo roteio, com o brasileiro tendo leve superioridade através dos seus contragolpes, com alguns deles pegando em cheio no rosto do oponente. No terceiro e último round, Dhiego seguiu melhor na luta em pé e, mantendo bem a distância, aplicou bons golpes sobre McGee e saiu vencedor por decisão dividida dos jurados.

    Dhiego Lima teve boa atuação e levou a melhor sobre o duro Court McGee (Foto: Getty Images)

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC Fight Night 150
    Sábado, 27 de abril de 2019
    Flórida, nos Estados Unidos

    Card principal
    Jack Hermansson derrotou Ronaldo Jacaré por decisão unânime dos jurados
    Greg Hardy derrotou Dmitry Smoliakov por nocaute técnico no 1R
    Mike Perry derrotou Alex Cowboy por decisão unânime dos jurados
    Glover Teixeira finalizou Ion Cutelaba com um mata-leão no 2R
    Cory Sandhagen derrotou John Lineker por decisão dividida dos jurados
    Roosevelt Roberts derrotou Thomas Gifford por decisão unânime dos jurados

    Card preliminar
    Carla Esparza derrotou Virna Jandiroba por decisão unânime dos jurados
    Augusto Sakai derrotou Andrei Arlovski por decisão unânime dos jurados
    Takashi Sato derrotou Ben Saunders por nocaute técnico no 2R
    Gilbert Durinho finalizou Mike Davis com um mata-leão no 2R
    Jim Miller finalizou Jason Gonzalez com um mata-leão no 1R
    Angela Hill derrotou Jodie Esquibel por decisão unânime dos jurados
    Dhiego Lima derrotou Court McGee por decisão dividida dos jurados

    2 COMENTÁRIOS

    1. Definitivamente, Jacaré pode esquecer a disputa pelo cinturão…preterido por Dana White em todos esses anos, agora aos quase 40 anos, está caminhando para a aposentadoria e não é mais o mesmo. O Hermansson fez o Jacaré provar do próprio veneno, derrubando-o algumas vezes e mandando o seu ground and pound.

    2. Jacaré e CIA decadentes…. Todos eles uma vergonha para o nosso Jiu Jitsu brasileiro. Eles são bons lutadores, porém perderam a essência do verdadeiro lutador de Jiu Jitsu Gracie. Alguém tem que defender nossa bandeira e manter a saga. Lamentável.

      Amante do Jiu Jitsu Gracie: Rômulo Damião-PB

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome