Em alta, Gutemberg Pereira destrincha a rotina como lutador e empresário; saiba

Publicado em 30/04/2019 por: Nilmon
Em alta, Gutemberg Pereira destrincha a rotina como lutador e empresário; saiba

publicidade

Estrela da nova geração do Jiu-Jitsu, Gutemberg Pereira, de 25 anos, tem aprendido a conciliar sua carreira de atleta com a de empresário. Enquanto não está no tatame, onde treina e ministra aulas, o faixa-preta troca o quimono pelo computador para administrar suas academias em Toledo e em Ohio, nos Estados Unidos.

A rotina, que começa às 7h e vai até às 22h, tem moldado a joia da GFTeam. Guto conta como funciona um pouco do seu dia a dia.

“Eu tentei fazer um calendário em que eu pudesse focar 100% em mim como atleta pela manhã e à tarde como professor e administrador na academia. Eu consigo administrar bem essas duas partes e tenho uma rotina super ocupada durante o dia. Acordo às 7h e vou dormir às 22h, trabalhando o dia todo. Eu não vejo problemas algum em ter um dia assim, fico feliz até. Eu faço o que eu amo”, detalhou Gutemberg.

Depois de deixar sua casa em Salvador, na Bahia, aos 16 anos, Gutemberg começa a colher os frutos da sua escolha que começou lá atrás, quando ainda era faixa-azul. Foram nas faixas-roxa e marrom que o baiano botou seu nome em evidência, quando foi campeão mundial pela IBJJF. Agora, na faixa-preta, ele batalha para atingir o seu melhor como atleta. O objetivo? Ser campeão mundial, repetindo o feito do seu ídolo, Rodolfo Vieira.

“Eu venho treinando muito desde janeiro. Periodizei bem meus treinos para o Pan e consegui agregar muita coisa para o meu jogo nesse período de tempo. Temos um espaço de quase 2 meses para o Mundial e isso só ajuda na preparação, porque eu já estava treinando forte. Então para o Mundial acredito que todos nós vamos chegar muito bem!”, projetou Guto, duas vezes medalhista (prata e bronze) no Pan.

Antes de lutar seu segundo Mundial da IBJJF, agendado para o fim de maio, na Califórnia, o aluno de Julio Cesar encara Erberth Santos pelo cinturão do Fight to Win, no dia 4 de maio, em Chicago. A resposta sobre o que os fãs podem esperar dessa luta vem dele mesmo.

“Jiu-Jitsu até pegar. Eu sou um cara pra frente e ele também. Vai ser interessante de assistir!”, encerrou

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade