Meregali e Bia Mesquita levam ouro duplo e encerram Brasileiro histórico da CBJJ; confira

    Nicholas Meregali brilhou e faturou o ouro duplo no Brasileiro de Jiu-Jitsu (Foto: Camila Nobre/Focados no Tatame)

    Por Diogo Santarém e Yago Rédua

    *Quem compareceu ao Ginásio José Corrêa neste domingo (5), no último dia do Brasileiro de Jiu-Jitsu da CBJJ em 2019, não se arrependeu. Foram diversas lutas de altíssimo nível e algumas surpresas em Barueri, São Paulo, com destaque para os campeões ouro duplo no adulto faixa-preta: Nicholas Meregali e Bia Mesquita.

    Vale ressaltar que o Brasileiro 2019 foi o maior da história da organização, com mais de 7 mil atletas inscritos, e o primeiro a pagar premiação em dinheiro no adulto faixa-preta. Com isso, além das medalhas de ouro, os campeões voltaram com uma grana extra para casa.

    Veja os resultados completos do Brasileiro de Jiu-Jitsu, aqui

    Abaixo, veja como foi cada final:

    -Masculino adulto faixa-preta

    Peso-galo: Cleber Clandestino x Rodnei Barbosa

    Muita ação na luta entre os levinhos Cleber Clandestino e Rodnei Barbosa. O confronto foi parelho, com bons momentos para ambos os lutadores. Entretanto, na reta final do duelo, Clandestino acelerou e anotou os pontos que lhe garantiram o título por 4 a 2.

    Peso-pluma: Alexssandro Sodré x Hiago George

    A decisão dos plumas foi definida no último segundo, literalmente! Hiago George e Alexssandro Sodré fizeram um duelo aberto e cheio de emoções. No fim, o triunfo parecia que ia ficar com Sodré, na frente por 10 a 8 nos pontos. Entretanto, o faixa-preta da Cícero Costha não desistiu e, no segundo final, empatou a disputa. Nas vantagens, melhor para Hiago: 4 a 1.

    Peso-pena: João Paulo Gonçalves x Isaac Doederlein

    Isaac Doederlein pegou as costas de João Paulo logo no início da luta e por lá ficou nove minutos, marca em que conseguiu encaixar o estrangulamento da vitória. Título norte-americano no Brasileiro de Jiu-Jitsu.

    Peso-leve: Matheus Guilherme x Ygor Rodrigues

    Uma raspagem salvadora nos últimos dez segundos garantiu a medalha dourada para o jovem Ygor Rodrigues por 2 a 0 nos pontos. O duelo contra Matheus Guilherme, em si, foi morno, mas valeu pelo coração de Ygor e vibração com o pai, presente em seu córner.

    Peso-médio: Cláudio Calasans x Otávio Sousa

    Lutadores renomados, Cláudio Calasans e Otávio Sousa fizeram uma final disputada, mas truncada. A dupla estava empatada nos pontos e com três punições cada quando Calasans foi advertido por uma quarta penalidade e, consequente, desclassificado. Título do faixa-preta da Gracie Barra.

    Peso-meio-pesado: Rudson Mateus x Henrique Cardoso

    Depois de uma queda para cada lado, Rudson Mateus tomou as ações na luta. O faixa-preta de Caio Terra foi para a montada e, após estabilizar a posição, encaixou uma chave de braço em Henrique Cardoso.

    Peso-pesado: Dimitrius Souza x Vinicius Ferreira

    Fecharam para a Alliance (Vinicius Ferreira campeão)

    Peso-super-pesado: Nicholas Meregali x Fellipe Andrew

    Dois expoentes da nova geração, Nicholas Meregali e Fellipe Andrew protagonizaram uma final de tirar o fôlego no super-pesado. Andrew começou melhor, abrindo 4 a 0 no placar e contando com o apoio da torcida presente para se manter na frente. Porém, Nicholas foi ganhando espaço e, já para o fim da luta, após pegar as costas do faixa-preta da Zenith BJJ, finalizou com um estrangulamento para vibrar bastante.

    Pesadíssimo: Duzão Lopes x Felipe Augusto

    Em seu primeiro Brasileiro como faixa-preta, Duzão Lopes fez barulho na divisão dos pesadíssimos. Após eliminar Victor Honório nas semis, o lutador da Guigo JJ encontrou Felipe Augusto na decisão. O triunfo veio após Duzão quedar, pegar as costas e encaixar um estrangulamento.

    Absoluto: Nicholas Meregali x Rudson Mateus

    Momento mais esperado do dia, a disputa pelo ouro absoluto entre os homens terminou com anticlímax. O início do confronto foi agitado, com Rudson Mateus tomando a iniciativa. Porém, Nicholas Meregali logo controlou as ações e saiu na frente nos pontos. Mas após o gaúcho abrir vantagem, o combate perdeu intensidade e começou a gerar punições para ambos atletas. Desta forma, Rudson tomou sua quarta punição e acabou desclassificado. Ouro duplo para Meregali.

    -Feminino adulto faixa-preta

    Peso-pluma: Mayssa Bastos x Dyna Rodrigues

    Na primeira final do dia, Dyna Rodrigues jogou a maior parte da luta por cima de Mayssa Bastos, mas não foi capaz de passar a guarda da faixa-preta da GFTeam. Ao fim do tempo regulamentar, muito equilíbrio e placar zerado. Na decisão unânime dos árbitros, Dyna ficou com o título.

    Peso-pena: Ffion Davies x Ana Carolina Schmitt

    Assim que começou o combate, Ffion Davies pegou as costas de Ana Schmitt e não largou mais. Com paciência, a britânica foi trabalhando a posição até finalizar a brasileira pelas costas. Grande triunfo.

    Peso-leve: Bia Basílio x Luciene Silva

    Com o apoio em peso da sua equipe, Almeida JJ, a fera Bia Basílio precisou de menos de três minutos para pegar o pé de Luciene Silva e garantir o ouro, para a festa da torcida presente no ginásio.

    Peso-médio: Bia Mesquita x Renata Marinho

    Após brilhar em Abu Dhabi no World Pro, a multicampeã Bia Mesquita somou mais um título para o seu extenso currículo no Brasileiro 2019. Sem dar chances para Renata Marinho, da Alliance, Bia finalizou no braço e garantiu a medalha dourada.

    Peso-meio-pesado: Sábatha Laís x Rafaela Bertolot

    Finalista no absoluto após grande campanha, Sábatha Laís não foi páreo para Rafaela Bertolot na categoria. Com um jogo muito ajustado, a representante da GFTeam pegou as costas de Sábatha, marcou 4 a 0 nos pontos e controlou o resultado para sair vitoriosa.

    Peso-pesado: Claudia do Val x Fernanda Mazzelli

    Em duelo entre duas atletas já consagradas no cenário do Jiu-Jitsu feminino, quem levou a melhor foi Fernanda Mazzelli. O combate foi travado, terminando com o placar zerado, e o triunfo para Mazzelli veio por decisão unânime dos árbitros.

    Peso-super-pesado: Carina Santi x Izadora Cristina

    Grande confronto entre Carina Santi e Izadora Cristina pelo ouro super-pesado no feminino. Izadora começou melhor, indo pra cima a anotando pontos. Porém, Carina soube segurar o ímpeto da rival, virar o jogo na hora certa e finalizar com um justo katagatame.

    Pesadíssimo: Jessica Flowers x Joaquina Bonfim

    Fecharam para a Gracie Barra (Jessica Flowers campeã)

    Absoluto: Sabatha Lais x Bia Mesquita

    Implacável, Bia Mesquita chegou para o absoluto após garantir o título em sua categoria. E novamente dando show, precisou de poucos minutos para encaixar um estrangulamento arco e flecha em Sábatha Laís e confirmar sua segunda medalha de ouro.

    Confira os resultados completos:

    -Masculino adulto faixa-preta
    Peso-galo: Cleber Clandestino derrotou Rodnei Barbosa por 4 a 2 nos pontos
    Peso-pluma: Hiago George derrotou Alex Sodré por 4 a 1 nas vantagens
    Peso-pena: Isaac Doederlein finalizou João Paulo Gonçalves com um estrangulamento
    Peso-leve: Ygor Rodrigues derrotou Matheus Guilherme por 2 a 0 nos pontos
    Peso-médio: Otávio Sousa derrotou Cláudio Calasans por desclassificação
    Peso-meio-pesado: Rudson Mateus finalizou Henrique Cardoso com uma chave de braço
    Peso-pesado: Vinicius Ferreira foi o campeão após fechar com Dimitrius Souza
    Peso-super-pesado: Nicholas Meregali finalizou Fellipe Andrew com um estrangulamento
    Peso-pesadíssimo: Duzão Lopes finalizou Felipe Augusto com um estrangulamento
    Absoluto: Nicholas Meregali derrotou Rudson Mateus por desclassificação

    -Feminino adulto faixa-preta
    Peso-pluma: Dyna Rodrigues derrotou Mayssa Bastos por decisão unânime
    Peso-pena: Ffion Davis finalizou Ana Carolina Schmitt com um estrangulamento pelas costas
    Peso-leve: Bia Basílio finalizou Luciene Silva com uma chave de pé
    Peso-médio: Bia Mesquita finalizou Renata Marinho com uma chave de braço
    Peso-meio-pesado: Rafaela Bertolot derrotou Sábatha Laís por 4 a 0 nos pontos
    Peso-pesado: Fernanda Mazzelli derrotou Cláudia do Val por decisão unânime
    Peso-super-pesado: Carina Santi finalizou Izadora Cristina com um katagatame
    Peso-pesadíssimo: Jessica Flowers foi campeã após fechar com Joaquina Bonfim
    Absoluto: Bia Mesquita finalizou Sábatha Laís com um estrangulamento arco e flecha

    *a cobertura do Campeonato Brasileiro pela TATAME tem o oferecimento da @keiko_sports e da @prime_esportes_tatame. Siga conosco!

    1 COMENTÁRIO

    1. Prezados Sres Editores da Revista e ou a quem possa interessar….
      Acredito que grande o grande público que acompanha o esporte gostaria também de conhecer os resultados das categorias Master faixas Preta Feminino e Masculino.
      Grandes nomes que fizeram e ainda fazem parte do cenário do Jiu Jitsu mundial, simplesmente são ignorados.
      Por serem “Velhos” ?
      Vamos por favor, valorizar os professores daqueles que fazem as finais das categorias Adulto.
      No aguardo.
      Carlos Araujo
      Faixa Preta 1º Master 3
      Equipe Bonsai

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome