Pedro Munhoz chama Sterling de ‘medroso’ e fala sobre chance de ser o ‘substituto’ em disputa de título

    Pedro Munhoz provocou Aljamain Sterling, seu adversário no UFC 238 (Foto: Getty Images)

    Por Diogo Santarém e Mateus Machado

    Quarto colocado no ranking peso-galo do UFC, Pedro Munhoz tem um importante duelo contra Aljamain Sterling, marcado para acontecer no dia 8 de junho, pelo UFC 238, em Chicago, nos Estados Unidos. O vencedor deste confronto, provavelmente, será o próximo desafiante ao título da categoria, que está vago desde que TJ Dillashaw – então campeão – foi flagrado em um exame antidoping realizado pela USADA.

    No mesmo card, o brasileiro Marlon Moraes e o americano Henry Cejudo – detentor do título peso-mosca – vão se enfrentar pelo cinturão dos galos. Caso um dos lutadores se machuque ou tenha outro tipo de problema que seja motivo para se ausentar do combate, Pedro Munhoz poderá assumir a vaga e poder lutar pela cinta. Desta forma, no último sábado (11), em entrevista aos jornalistas durante o UFC 237, Munhoz afirmou que vem treinando para lutar por cinco rounds – número de assaltos em disputas de cinturão – mesmo que a luta contra Sterling seja válida por três rounds.

    Além disso, Pedro, que vem embalado por três vitórias consecutivas, também analisou o combate diante de Sterling e “cutucou” o adversário ao chamá-lo de “medroso”.

    “A minha luta vai ser bem excitante. O Sterling é bem experiente. Medroso, entendeu? A gente está treinando para isso, anular o jogo dele, meter a porrada nele e trazer a vitória para o Brasil. (Ele é medroso porque) corre da luta, evita a luta, o “infight”. Procura a distância, não gosta de receber golpes. Não tem coração”, disse o brasileiro.

    Confira a entrevista completa:

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome