Em treinos com Buchecha, Lo e mais feras, Preguiça analisa Mundial e duelo contra Galvão no ADCC

    Felipe Preguiça vem treinando com Marcus Buchecha e Leandro Lo (Foto reprodução Instagram)

    Por Mateus Machado

    Campeão mundial em 2018 e atual campeão absoluto do ADCC, a fera Felipe Preguiça tem importantes desafios para a sequência deste ano. Focado quase que integralmente às duas competições, o faixa-preta é um dos grandes favoritos ao título de sua categoria – e absoluto – no Mundial da IBJJF, no próximo final de semana, na Califórnia (EUA).

    Logo depois do Mundial, Preguiça voltará seu foco para possíveis superlutas e, obviamente, para o ADCC 2019. Campeão absoluto em 2017, o casca-grossa garantiu o direito de fazer a superluta da edição deste ano contra André Galvão, que na ocasião, superou Cláudio Calasans e manteve o posto de vencedor máximo da competição de luta agarrada.

    Ciente de que precisará estar no auge de sua forma física para os seus compromissos nos torneios citados, Felipe Preguiça vem tendo o auxílio luxuoso de Marcus Buchecha e Leandro Lo nos treinos preparatórios para as “missões” de 2019. Em entrevista à TATAME, o mineiro falou um pouco sobre o camp realizado com as duas estrelas.

    “Eu, (Marcus) Buchecha e Leandro Lo nos tornamos grandes amigos fora do tatame, mas acima de qualquer coisa, somos profissionais. Para falar a verdade, todo treino que fazemos é como se fosse uma final de Mundial (risos)”, disse o faixa-preta, que também vem contando com o auxílio de Romulo Barral, Arges, Keenan Cornelius e outras feras.

    Confira outros trechos da entrevista com Felipe Preguiça:

    -Premiação aos faixas-preta campeões do Mundial

    Com certeza, acho que os atletas e o Jiu-Jitsu mereciam isso. Há muito tempo a gente esperava por um reconhecimento como esse e fico feliz de agora o Mundial estar com essa premiação em dinheiro. Sem dúvida, é um grande incentivo além do título, e também é um grande sinal que o esporte está crescendo muito e esse é só o começo. Vamos com tudo.

    -Preparação para o torneio e reta final dos treinos

    No Mundial não tem muito para onde correr (risos), é treinar o máximo possível. Eu treino de duas a três vezes por dia, na maior intensidade possível, sempre com os parceiros de treinos mais duros e me dediquei muito nesses últimos três meses. Estou muito preparado e com muita vontade para levar o título esse ano também, assim como no ano passado.

    -Foco no Mundial da IBJJF, ADCC e superlutas

    Na verdade, já tem alguns anos que meu foco é apenas Mundial, ADCC, eventos e superlutas com uma boa remuneração, que valorizem o atleta. Temos que selecionar o número de competições para chegar com o corpo 100%, e hoje em dia temos muitos campeonatos e superlutas com premiações excelentes. Mas meu foco principal para 2019 é o Mundial e a superluta contra o André Galvão no ADCC (em setembro, na Califórnia).

    -Treinos com Buchecha, Lo e possível luta com eles

    Eu, (Marcus) Buchecha e Leandro Lo nos tornamos grandes amigos fora do tatame, mas acima de qualquer coisa, somos profissionais. Para falar a verdade, todo treino que fazemos é como se fosse uma final de Mundial (risos). Se algum dia nos encontrássemos em um absoluto ou algum campeonato que não tenhamos outra opção a não ser lutar, para mim seria como se fosse um treino. Entraria lá, daria o melhor de mim e ficaria feliz de fazer uma guerra com qualquer um eles, independentemente do resultado final.

    -Superluta contra André Galvão no ADCC 2019

    A expectativa está a mil. Essa luta é muito importante para mim e estou levando ela muito a sério. É a luta do meu ano, estou muito motivado e empolgado para treinar, me preparar e fazer o que tem que ser feito para ser campeão no dia da luta. É o meu grande objetivo.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome