Arte suave para mulheres: quatro dicas para aproveitar melhor os treinos com os meninos; veja

Publicado em 22/05/2019 por: Nilmon

publicidade

Por Samanta Fonseca

Uma das coisas que mais ouvimos das mulheres que praticam Jiu-Jitsu é quando só tem “ela” de mulher no treino. Pela minha experiência e convivência com mulheres no esporte, acredito que a maioria delas gostaria muito de treinar somente com mulheres.

Porém, na prática não é bem assim que funciona. No treino, a probabilidade que encontremos a maioria homens é grande. E o que a gente tem que fazer é trabalhar com o que temos, não é mesmo? O treino com homens pode ser ótimo e ter muitas vantagens, se soubermos aproveitá-las. Por isso resolvi listar quatro dicas para aproveitá-lo melhor.

Confira abaixo:

1 – Trabalhar o dobro da técnica

O único aliado que temos para “combater” a força dos meninos é a técnica, não é? Eu mesma consigo pontuar quando estou bem tecnicamente e acabo usando a força deles ao meu favor, em uma raspagem quando o rival pesa pro meu lado favorável, por exemplo.

2 – Movimentação

Em especial quando você tem um parceiro de treino do seu peso, dá pra igualar sim na técnica e movimentação. Quando o parceiro é daqueles que sabe rolar com mulher (que entende que o uso da força no treino com mulheres não se faz tão necessário), é possível cair em posições que te forcem a pensar e sair de situações de risco e movimentar. Chame aquele parceiro de treino que tem mais ou menos o seu peso e faça o teste.

3 – Resistência

Convenhamos: quando você se acostuma a fazer cinco, seis rolas com os meninos em que você dá tudo de si, sua resistência aumenta, ou seja, você tem mais “gás” para treinar, o que é ótimo para evoluir. Obviamente que isso não é uma regra, dependendo do peso e da graduação das meninas que treinam com você, sua resistência aumenta tanto quanto se estivesse rolando com os meninos, por exemplo.

Eu, por exemplo, vario os meus treinos: às vezes treino meio dia no treino de competição, onde tenho parceiras de treino da mesma graduação que a minha ou mais graduadas, e o peso é equivalente ou são mais pesadas também. Quando todas vão, é possível fazer um treino bem forte só com elas, o que não consigo fazer no treino da noite, por exemplo, onde as meninas que treinam nesse horário são em sua maioria mais leves e menos graduadas. Por isso, saiba escolher os melhores treinos pra você.

4 – Treino bom para campeonatos

O treino para campeonato é aquele que exige mais de você. E se você gosta de competir e dar as caras no absoluto, o treino com os meninos é um dos mais indicados. Com eles você trabalha essas forças que mencionei acima: resistência, o dobro da técnica e também pode abusar da sua movimentação para chegar numa posição boa pra você.

Não estou dizendo que o treino com meninas não seja bom para campeonatos – até porque o treino com as meninas reproduz a realidade que você vai encontrar no campeonato. Se as suas parceiras de treino forem “porradeiras”, o treino vai fluir e vai ser muito bom.

Muitas mulheres têm receio de treinar com os homens porque o Jiu-Jitsu é um esporte de contato. Mas se a sua equipe estiver fazendo o trabalho certo, vai sempre incentivar as mulheres a irem além. Tenho muita sorte de ter treinado em equipes onde o respeito prevalece, sempre sem medo de sofrer nenhum tipo de desrespeito ou assédio.

Se você começou a treinar agora e está receosa de treinar com os meninos, converse com seu professor para que ele te coloque com um parceiro que não vá te machucar nem abusar da força com você. E se você tiver meninas que treinam na sua academia, sempre incentive-as a treinarem, pois na ausência de uma, o treino feminino se prejudica de alguma maneira, sem dúvida. Bons treinos a todas, boa semana e até a próxima!

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade