Canelo Alvarez vence Daniel Jacobs em luta disputada e unifica cinturões dos médios no Boxe

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 05/05/2019
Canelo Alvarez vence Daniel Jacobs em luta disputada e unifica cinturões dos médios no Boxe

publicidade

Saul Canelo Alvarez se consolidou como o melhor lutador de Boxe da atualidade na noite do último sábado (4). Campeão dos médios da WBC e WBA, o boxeador mexicano derrotou o campeão da IBF Daniel Jacobs. por decisão unânime dos jurados, para unificar três dos quatro cinturões da divisão do Boxe.

Em combate realizado na T-Mobile Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos, Canelo ditou o ritmo do confronto durante a maioria dos rounds, mostrando uma defesa de nível altíssimo e fortes golpes, que conectaram em sua grande maioria.

Nos rounds iniciais, Canelo acertou os melhores golpes e Jacobs começou a crescer na luta, acertando boas combinações e tentando ser mais incisivo, mas acabou esbarrando na guarda do mexicano em muitas oportunidades. A partir do sexto round, Jacobs trocou a postura para a canhota, onde acabou achando seu ritmo e começou a ser mais incisivo no combate, aplicando ótimas combinações e uma boa pressão.

No oitavo assalto, Alvarez retomou as ações do combate e começou a conectar novamente suas combinações. Entretanto, Jacobs apertou o ritmo mais uma vez e se destacou no décimo e no décimo primeiro round, pressionando o tempo todo e, visivelmente, incomodando o campeão mexicano com ótimos socos. No último assalto, ambos resolveram trocar golpes francos, mas Alvarez levou a melhor aplicando mais combinações e defendendo muito bem.

Segundo a decisão dos juízes, Saul Canelo Alvarez venceu Daniel Jacobs por decisão unânime. Dois jurados pontuaram a luta para Alvarez como 115-113, enquanto o terceiro juiz deu 116-112. Segundo as estatísticas oficiais do evento, Canelo acertou 118 golpes em 466 tentativas (40%), enquanto Jacobs acertou 131 golpes em 649 tentativas (20.2%).

Esta foi a terceira vitória consecutiva de Alvarez, que agora soma três cinturões na sua coleção e um cartel de 52 vitórias (32 nocautes), uma derrota e dois empates. O atleta vem de vitórias sobre Gennady Golovkin por decisão unânime, Rocky Fielding por nocaute técnico e, agora, Jacobs por decisão.

Com 35 vitórias (29 nocautes) e três derrotas, o revés para Alvarez interrompeu uma sequência de três triunfos de Daniel Jacobs, incluindo sua última vitória sobre o ucraniano Sergly Derevyanchenko por decisão dividida, quando conquistou o cinturão vago da IBF.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade