‘Cowboy’ revela desmotivação para lutar contra Al Iaquinta: ‘O Cerrone mais novo teria desistido’; entenda

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 06/05/2019
‘Cowboy’ revela desmotivação para lutar contra Al Iaquinta: ‘O Cerrone mais novo teria desistido’; entenda

publicidade

Donald Cerrone e Al Iaquinta protagonizaram uma sangrenta e divertida luta no main event do UFC Ottawa, realizado na noite do último sábado (4), com o “Cowboy” levando a melhor por decisão unânime dos jurados. Entretanto, o lutador peso leve revelou que quase não lutou.

Em entrevista coletiva aos jornalistas após a vitória, Cerrone confessou que se sentiu bastante desmotivado antes da luta e, de certa forma, “amaldiçoado” para ter uma péssima performance durante o confronto.

“Eu estava conversando com os meus treinadores que eu me senti terrível no começo da luta. Eu não conseguia me achar. No vestiário, eu não queria me aquecer, eu não queria ficar pronto, eu não queria bater na manopla, eu não queria treinar Wrestling. Eu não queria lutar até o começo do segundo round. As pessoas sempre dizem que eu começo devagar nas minhas lutas e elas sempre questionam qual Cowboy que irá aparecer no octógono. A gente treina duro, treina duro demais para que a gente possa vencer nossos oponentes mesmo nos nossos piores dias. E hoje foi o meu pior dia”, relatou o lutador, que emplacou a terceira vitória consecutiva.

Cowboy também revelou que o desânimo com a luta foi tanto, que caso fosse sua versão mais nova naquela situação, ele teria desistido de lutar no segundo round.

“Graças a Deus, fazem 41 lutas que eu estou na Zuffa (dona do UFC e do extinto WEC), então eu consegui fingir o suficiente até eu me encontrar na luta. No segundo round, eu me achei e decidi começar a trabalhar. É complicado, porque eu acho que a minha versão mais nova teria desistido”, finalizou.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade