Glaico França vibra com rápida vitória em ‘corrida’ por prêmio de US$ 1 milhão na PFL: ‘Sei do meu potencial’

Publicado em 14/05/2019 por: Nilmon
Glaico França vibra com rápida vitória em ‘corrida’ por prêmio de US$ 1 milhão na PFL: ‘Sei do meu potencial’

publicidade

Um milhão de dólares. Essa é a premiação que a Professional Fighters League (PFL) dará aos campeões dos torneios das seis categorias que estarão em disputa nesta segunda temporada, que começou na última quinta-feira (9), com o GP do leves feminino e o dos meio-médios masculino. Representando o Brasil na categoria até 77kg, o catarinense Glaico França estreou de forma irretocável, finalizando com um mata-leão ainda no primeiro round o russo Gamzat Khiramagomedov. Com o rápido triunfo no evento, que aconteceu em Nova York, Glaico fez seis pontos e se aproximou dos playoffs, que contará com os oito melhores da primeira fase do GP.

“Conquistar essa vitória logo no início do torneio foi muito importante, porque já coloquei os pés nos playoffs. Claro que estou focado na próxima luta, mas sabemos que, matematicamente, já estou nos playoffs do torneio. A estratégia era pressioná-lo desde o início para vencer, mas não necessariamente no primeiro round. Mas, claro, é um torneio com pontuação pela vitória, e um triunfo por nocaute ou finalização no primeiro round é sempre melhor, porque você soma mais pontos e fica em uma situação mais favorável dentro do GP. Por isso, a vitória foi excelente! Não só pelos pontos, mas porque também não sofri nenhuma lesão”, disse o atleta da Astra Fight Team.

O torneio da PFL conta com 12 participantes, e avançam para os playoffs apenas os oitos melhores atletas da primeira fase. No sistema da PFL, a vitória simples vale três pontos. Caso o atleta vença no primeiro round, soma-se mais três, no segundo mais dois pontos e no terceiro round mais um ponto. Campeão do Pancrase e do TUF Brasil 4, Glaico ainda não sabe quem será o seu próximo adversário, mas ele espera por um oponente de alto nível.

“Esse torneio só tem pedreira. É um excelente evento, que trata todo mundo bem, que dá uma premiação alta, e possui atletas de alto nível. Eu vi a atuação dos outros atletas, e todos são duríssimos. Estou esperando confirmarem quem será o meu próximo oponente, mas com certeza será uma pedreira. Mas estaremos prontos. Me dedico muito e sei do meu potencial. Respeito todos os atletas que fazem parte deste GP, mas eu vou buscar o meu lugar ao sol”, concluiu.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade