Diego ‘Sem Noção’ projeta nova temporada e elogia a UAEJJF/AJP: ‘O que estão fazendo é inexplicável’

    Diego 'Sem Noção' Ramalho fez planos para a temporada 2019/2020 (Foto Objetiva Pix)

    Natural da cidade de Cabo de Santo Agostinho, localizada em Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco, Diego “Sem Noção” tem dado o que falar no Oriente Médio quando o assunto é Jiu-Jitsu. Segundo colocado no ranking da UAEJJF na última temporada, o lutador vem de um bom resultado, quando ficou com o bronze no World Pro esse ano. Focado na temporada 2019/20, que começa em junho, o lutador agora busca voos ainda mais altos.

    “Na temporada passada eu estava 100% focado no ranking da UAEJJF, mas nessa temporada irei mudar um pouco. Pretendo lutar todos os Grand Slam da AJP Tour (organização que substitui a UAEJJF fora dos Emirados Árabes Unidos), dois eventos menores e o World Pro 2020, mas essa temporada também lutarei eventos da IBJJF. Quero arrecadar pontos para obter uma boa colocação no ranking da IBJJF e lutar os quatro maiores eventos deles, Europeu, Pan, Brasileiro e Mundial. Além disso, também irei lutar alguns eventos de federações e eventuais superlutas”, projetou o pernambucano.

    Meio-pesado de origem, Diego reside atualmente na Califórnia (EUA), onde treina na filial da ZR Team de Pasadena com outros atletas brasileiros e norte-americanos de peso. Dentre os principais títulos que Diego acumula em eventos da UAEJJF estão o de campeão do Grand Slam de Abu Dhabi e do Grand Slam de Tóquio, no ano passado. Ao falar sobre o que espera da temporada que vem a seguir, “Sem Noção” afirmou que pretende corrigir os erros para chegar no auge tanto na parte física quanto tecnicamente.

    “Minhas expectativas são as melhores possíveis. Eu mudei algumas estratégias que vinha usando na temporada passada e acredito que fará total diferença. Começando pelo tempo de camp para cada evento que eu adicionei uma semana a mais. Na questão da dieta, não irei ganhar tanto peso depois dos eventos, como vinha acontecendo. Quero descer de peso da maneira mais saudável possível”, declarou Diego, companheiro de treino Gabriel Sousa.

    Além dos títulos já citados, o faixa-preta soma conquistas em diversos torneios da IBJJF, como o Brasileiro da CBJJ e os Opens de Munique, Londres, Houston e do Rio Summer, com e sem quimono. Fazendo um comparativo em relação aos eventos da IBJJF e os da UAEJJF, que normalmente acontecem no Oriente Médio, Diego destacou o fato de poder aparecer em cadeia nacional já que os Grand Slam são transmitidos no Brasil.

    “Os eventos da UAEJJF (agora AJP Tour) estão cada vez mais ganhando força, não só pela premiação em dinheiro, mas também por valorizarem ao máximo os atletas. É muito gratificante por exemplo receber uma ligação da minha mãe dizendo que me assistiu lutar. Na IBJJF, infelizmente, isso ainda não acontece. Tirando a questão de estrutura, o que os árabes estão fazendo é inexplicável. Eles estão de parabéns”, finalizou o faixa-preta.

    Oriundo do Judô, Diego se interessou pelo Jiu-Jitsu ainda jovem, quando se apaixonou pela arte suave. Atualmente com 26 anos, o lutador é faixa-preta de José Olimpio e vem da linhagem de verdadeiras lendas da arte suave como Mitsuyo Maeda e Carlos Gracie.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome