Robson Gracie Jr celebra nova vitória no Bellator e diz ser ‘inevitável’ luta com polêmico Dillon Danis; confira

    Robson Gracie Jr tem duas vitórias em duas luta como profissional de MMA (Foto Bellator MMA)

    Por Yago Rédua

    Iniciando a sua trajetória no MMA, Robson Gracie Jr vem mostrando as credenciais da família real do Jiu-Jitsu. No último dia 14, o faixa-preta chegou ao segundo triunfo – novamente por finalização – no Bellator, no badalado card de Nova York (EUA). À TATAME, o jovem lutador contou como foi fazer parte do show no Madison Square Garden.

    “Participar desse card foi sensacional, muito importante para o início (da carreira), pois além da visibilidade, dá muita confiança. Foi incrível (lutar no Madison Square Garden). A energia daquele lugar é fora do comum, mas o principal foi lutar com o suporte do pessoal da academia, já que ficamos bem perto de lá”, destacou Robson, que finalizou Oscar Vera e, logo após o término da luta, chegou a ter um breve bate-boca com o adversário.

    “Antes e durante a luta, o meu oponente fazia provocações. Após a finalização, eu fui falar pra ele respeitar os outros e acabou que tivemos um pequeno desentendimento, onde rapidamente separaram a gente. Mas depois nos entendemos”, explicou o Gracie.

    Sobre a luta, Robson, que finalizou ainda no primeiro round, teve Renzo e Royce em seu córner. O faixa-preta disse a importância de ter dois nomes de peso na história do MMA/Vale-Tudo tão próximos: “Não dá pra lutar sem o Renzo no córner, tudo que ele mandava eu fazer funcionava, eu apenas seguia as ordens dele. Um cara como o Royce também dá uma motivação extra, ter eles ali é muito importante pra mim”, apontou.

    Na mesma noite em que venceu sua segunda luta no MMA, Robson viu o parente, Neiman Gracie, ser derrotado na luta principal pelo canadense Rory MacDonald. O duelo valia uma vaga na final do GP dos Meio-Médios e também o cinturão da categoria: “Fiquei bastante chateado, pois seria uma grande vitória pra família e o Neiman lutou muito bem, mostrou raça e coração de campeão. Com certeza irá voltar mais forte na frente”, projetou.

    Após duas finalizações no Bellator, Robson começa a ganhar mais destaque na organização. Outro grappler que tem o mesmo cartel – duas vitórias por finalização e nenhuma derrota – é o sempre polêmico Dillon Danis, treinador de Jiu-Jitsu da estrela Conor McGregor. O norte-americano também fez parte do evento na Big Apple. Ao ser indagado pela reportagem se toparia uma luta com Danis, Robson disse que “está pronto”.

    “O Bellator está nos dando uma chance de crescer no evento e chegará uma hora que essa luta será inevitável, mas se quiserem, eu estarei pronto a hora que for”, concluiu o Gracie.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome