Aluno de Ralph Gracie é preso nos EUA por caso de agressão a Flávio Almeida

Publicado em 22/06/2019 por: Nilmon
Aluno de Ralph Gracie é preso nos EUA por caso de agressão a Flávio Almeida

publicidade

Novas ações foram tomadas em relação ao caso de agressão de Ralph Gracie a Flávio “Cachorrinho” Almeida, em situação ocorrida durante a disputa do Mundial No-Gi de Jiu-Jitsu da IBJJF, no dia 15 de dezembro do ano passado. De acordo com a coluna de Lauro Jardim em “O Globo”, a polícia americana prendeu Lincoln Pereira, que junto a Ralph, agrediu o representante da Gracie Barra nos Estados Unidos. A informação da prisão também foi confirmada por Fernanda Freixinho e Daniel Raizman, advogados da equipe.

Relembre o caso:

Vale ressaltar que, em abril, a Justiça americana já havia emitido a ordem de prisão a Ralph e Lincoln, que é aluno do Gracie, com fiança estipulada em 50 mil dólares. À época, Ralph Gracie declarou em sua defesa que houve agressões mútuas e que as imagens não mostraram a íntegra do ocorrido.

Na agressão sofrida, Flávio sofreu convulsão e perdeu alguns dentes, tendo, inclusive, divulgado uma foto posteriormente, sem os incisivos. Em vídeo divulgado na internet no período da confusão, é possível ver Ralph disparando uma cotovelada no rosto de Flávio, enquanto os dois assistiam uma luta que acontecia no evento. Segundo informações da Gracie Barra, a “rixa” entre os dois era mais antiga, e Ralph teria “ameaçado” Cachorrinho a “não abrir academias” em seu “território” nos Estados Unidos.

Por conta de toda a situação, Ralph Gracie também sofreu consequências no âmbito esportivo, sendo proibido de competir, atuar como treinador e entrar em eventos da International Brazilian Federation (IBJJF).

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade