Maior premiação, novidades no absoluto e espaço para todos: saiba mais sobre o Mundial 2019 da SJJIF

Publicado em 25/06/2019 por: Nilmon
Maior premiação, novidades no absoluto e espaço para todos: saiba mais sobre o Mundial 2019 da SJJIF

publicidade

No mês de novembro, em Long Beach, na Califórnia (EUA), vai acontecer mais uma edição do Mundial da SJJIF. O evento vai distribuir mais de US$ 74 mil premiações. As inscrições estão abertas desde abril, mas os valores vão aumentando ao fim de cada pacote. No site da Federação é possível fazer o registro para as competições com e sem quimono. O evento será realizado nos dias 8, 9 e 10 de novembro. A organização abriu as inscrições com antecedência para facilitar a logística dos atletas em relação ao traslado para os EUA.

Uma grande novidade para a edição deste ano no Mundial da SJJIF será a divisão do absoluto dividida em leve e pesado. De acordo com João Silva, presidente da Federação, a ideia é um desejo antigo dos lutadores. Se tiver mais de nove atletas inscritos no absoluto, o prêmio será de US$ 8 mil para o primeiro colocado de cada peso.

“Começou com um pedido das meninas para dividir o absoluto. Na assembleia, que fazemos após todos os eventos, apontamos esse pedido das meninas, mas no primeiro ano não foi aprovado. Foram poucas meninas mais leves que pediram, mas no ano passado, teve esse pedido novamente. Estudamos como seria a melhor maneira de dividir o absoluto. No masculino, observamos que os mais leves, também não competiam. Então, decidimos colocar o absoluto leve e pesado e daremos mais dinheiro”, apontou João.

Tabela dos valores que serão pagos aos campeões no Mundial da SJJIF (Foto divulgação)

O Mundial vai contar também com o Parajiu-Jitsu, com atletas que possuem algum tipo de deficiência, o Special Jiu-Jitsu, para competidores que tenham alguma deficiência mental, e o Deaf, exclusivo para deficientes auditivos. A ideia é conceder mais espaço e visibilidade para que essas pessoas e professores possam propagar o seu trabalho. As atividades também fazem parte do programa olímpico, como explicou o presidente.

“Tentamos usar o Jiu-Jitsu como ferramenta não só de integração, mas como projetos que desenvolvam crianças e jovens que as vezes não são vistos e encontram dificuldades para conseguir um apoio financeiro. A ideia é mostrar um pouco do trabalho dos professores de Jiu-Jitsu voltado para esse lado e enturmar as crianças na sociedade. Muita das vezes, essas crianças ficam de fora de uma competição por não ter o seu devido espaço”, disse.

SERVIÇO:

Mundial da SJJIF 2019

Data: 8, 9 e 10 de novembro de 2019
Local: Long Beach, Califórnia (EUA)
Inscrições: aqui

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade