Dana explica porque chinesa ‘desconhecida’ foi escolhida para enfrentar Jéssica Bate-Estaca

Publicado em 22/06/2019 por: Nilmon
Dana explica porque chinesa ‘desconhecida’ foi escolhida para enfrentar Jéssica Bate-Estaca

publicidade

Nova campeã peso-palha do UFC, Jéssica Bate-Estaca teve anunciada recentemente a sua primeira defesa de cinturão. A brasileira colocará o título em jogo contra Weili Zhang, no dia 31 de agosto, na luta principal do UFC China. O fato de Jéssica enfrentar a chinesa pegou muitos fãs de surpresa, principalmente pelo fato da lutadora, atualmente, ocupar a sexta posição no ranking da categoria.

Inicialmente, uma revanche contra Rose Namajunas ou até mesmo duelos contra Tatiana Suárez ou Joanna Jedrzejczyk eram desafios mais indicados para Bate-Estaca, que vem de quatro vitórias consecutivas no Ultimate. Presidente da organização, Dana White foi questionado sobre a escolha de Zhang como adversária de Jéssica e deu seus motivos, deixando claro a intenção de investir cada vez mais público chinês, visto que, recentemente, foi inaugurado um grande Instituto de Performance para atletas no país.

“Quando esta luta foi fechada, essa foi a luta que as pessoas realmente queriam ver. (Weili Zhang) está em uma sequência de 19 vitórias na carreira, enquanto (Jéssica Andrade) acabou de ganhar impressionantemente um título. Se você olhar para o jeito que isso aconteceu… Rose (Namajunas), nós oferecemos a luta para Rose, a revanche, mas ela não estava pronta, ela não poderia lutar. Tatiana (Suarez) seria a próxima da fila, mas ela machucou o pescoço em treinamento para sua última luta e está fora. Nina (Ansaroff) está em terceiro lugar, mas ela acabou de perder. Então você tem Joanna (Jedrzejczyk), mas Joanna está tirando uma folga agora, ela não vai lutar a reta final do ano. Por fim, você tem Cláudia (Gadelha), que está em quinto lugar. mas tem uma luta contra Randa Markos”, explicou Dana White, em coletiva de imprensa na China no início desta semana.

Weili Zhang é a próxima da fila. Isso se encaixa com a abertura do Instituto de Performance e todas as coisas que estão acontecendo, sim, mas foi o destino. Luta certa, lugar certo, hora certa, essa foi a luta a ser feita. Ninguém quer lutar contra ela (Zhang). Então, nós oferecemos a todas essas pessoas a luta contra ela, e Zhang continua dizendo: ‘quando eu vou lutar?’, e ninguém quer lutar com ela. Nós chamamos a Jéssica, que disse: ‘eu vou lutar com ela na China’. Essas mulheres são incríveis”, destacou Dana.

Com 29 anos, Weili Zhang tem um impressionante cartel de 19 vitórias e apenas uma derrota, que aconteceu em sua primeira luta na carreira, em 2013. Pelo UFC, a chinesa possui três lutas, onde derrotou Danielle Taylor, Jessica Aguillar e, por fim, Tecia Torres, em março deste ano.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade