Disputa de cinturão, vaga em final de GP e brasileiros protagonistas: saiba tudo sobre o histórico Bellator 222

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 14/06/2019
Disputa de cinturão, vaga em final de GP e brasileiros protagonistas: saiba tudo sobre o histórico Bellator 222

publicidade

Nesta sexta-feira (14), em um dos palcos mais históricos do mundo das lutas, o Madison Square Garden, em Nova York (EUA), acontece o badalado Bellator 222. O card é, até o momento, o maior da organização em 2019. A luta principal será marcada pela disputa de título e a semifinal do GP dos Meio-Médios entre o campeão Rory MacDonald e o brasileiro Neiman Gracie. No co-main event, um encontro de dois veteranos com história no MMA: Lyoto Machida contra Chael Sonnen. Também representando o Brasil, as feras Dudu Dantas, Robson Gracie Jr e Gustavo Wurlitzer entram em ação. O canal FOX Sports transmite ao vivo o Bellator 222 a partir das 21h30 (horário de Brasília).

Cinturão e vaga na final de GP

Após conquistar o cinturão dos meio-médios sobre Douglas Lima no Bellator 192, em janeiro de 2018, MacDonald se aventurou na categoria dos médios e foi atropelado pelo campeão Gegard Mousasi. O canadense retornou para sua divisão de origem e estreou no GP, quando ficou no empate majoritário contra o experiente Jon Ficth e só avançou para a semifinal por ser o campeão. Em entrevista ainda no cage, o lutador disse que tinha “perdido a vontade de machucar os adversários” e botou seu futuro em dúvida.

Do outro lado, Neiman Gracie vive, sem dúvidas, o grande momento de sua ainda curta carreira. O membro da família real do Jiu-Jitsu tem o jogo voltado exclusivamente para o seu perigoso grappling. Em nove lutas como profissional, são oito vitórias por finalização, incluindo a primeira disputa do GP, quando ele venceu Ed Ruht com um mata-leão. À TATAME, o carioca disse que sabe o caminho para vencer o canadense na luta principal.

Vale lembrar que Douglas Lima, ex-campeão meio-médio, está garantindo na decisão do GP. O lutador brasileiro nocauteou o badalado Michael Page no último mês de maio.

Encontro entre Lyoto e Sonnen

Lyoto Machida começou sua caminhada no Bellator com uma vitória sobre o ex-campeão dos médios Rafael Carvalho, em dezembro passado. O resultado, porém, foi contestado por especialistas e fãs de MMA na época, e o triunfo saiu via decisão dividida. Cerca de seis meses depois, o “Dragão” retorna ao cage circular, mas desta vez na categoria de cima, dos meio-pesados, lugar que teve a oportunidade de se sagrar campeão do UFC em 2009.

Seu rival, Chael Sonnen, é um velho conhecido do público brasileiro. O lutador criou uma das rivalidades mais emblemáticas do MMA com Anderson Silva. O norte-americano é uma figura polêmica e acostumado a provocar seus adversários, mas desta vez, para o duelo com Machida, adotou um tom mais cordial. Sonnen vem de revés para Fedor Emelianenko na semifinal do GP dos Pesados, em outubro passado, e agora retorna aos meio-pesados.

Em busca do title shot no peso galo

Ex-campeão peso-galo, Dudu Dantas pela primeira vez irá lutar, como profissional, na categoria dos penas. O desafio contra Juan Archuleta foi casado em cima da hora e, por isso, a organização decidiu colocar na divisão até 66kg. No entanto, os dois lutadores querem o title shot nos galos em caso de vitória. Dudu, que se recuperou de uma grave lesão na perna, voltou no começo deste ano e venceu Toby Misech por decisão unânime. Enquanto isso, “The Spaniard” está invicto na franquia com quatro vitórias seguidas.

Para ficar de olho no Bellator 222

Ainda no card principal, uma das grandes joias do Bellator, o polêmico Dillon Danis, treinador de Jiu-Jitsu da estrela Conor McGregor, fará sua segunda luta no MMA. O norte-americano terá pela frente Max Humphrey, que vai fazer sua estreia na organização. Já no duelo de campeões, Darrion Caldwell vai defender o título dos galos contra o japonês Kyoji Horiguichi, campeão dos galos no Rizin FF. Em dezembro passado, os dois se enfrentaram pela primeira vez, valendo o cinturão inaugural da categoria até 61kg da organização japonesa. Horiguichi finalizou o norte-americano com uma guilhotina.

Outro nome tratado com muito carinho pelo Bellator é Aaron Pico. O lutador, que tinha engatado uma sequência de quatro vitórias consecutivas na organização, foi nocauteado em seu último combate por Henry Corrales. A luta de Pico com Adam Borics faz parte do card preliminar, assim como o segundo compromisso de Robson Gracie Jr, irmão da lenda Renzo Gracie, no MMA profissional. O faixa-preta vai lutar com o novato Oscar Vera.

RESULTADOS COMPLETOS:

Bellator 222
Madison Square Garden, em Nova York (EUA)
Sexta-feira, 14 de junho de 2019

Card principal
Rory MacDonald derrotou Neiman Gracie por decisão unânime dos jurados
Lyoto Machida derrotou Chael Sonnen por nocaute técnico no 2R
Dillon Danis finalizou Max Humphrey com uma chave de braço no 1R
Patrick Mix finalizou Ricky Bandejas com um mata-leão no 1R
Juan Archuleta derrotou Dudu Dantas por nocaute no 2R
Kyoji Horiguchi derrotou Darrion Caldwell por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Brandon Polcare finalizou Brandon Medina com uma guilhotina no 1R
Kastriot Xhema derrotou Whitney Francois por nocaute técnico no 2R
John Beneduce derrotou Kenny Rivera por decisão unânime dos jurados
Taylor Turner derrotou Heather Hardy por nocaute técnico no 1R
Adam Borics derrotou Aaron Pico por nocaute no 2R
Valerie Loureda derrotou Larkyn Dasch por decisão unânime dos jurados
Lindsey VanZandt finalizou Rena Kubota com um mata-leão no 1R
Haim Gozali finalizou Gustavo Wurlitzer com um triângulo no 1R
Mike Kimbel derrotou Sebastian Ruiz por decisão dividida dos jurados
Robson Gracie Jr finalizou Oscar Vera com uma chave de braço no 1R
Marcus Surin derrotou Nekruz Mirkhojaev por decisão dividida dos jurados
Phil Hawes derrotou Michael Wilcox por nocaute técnico no 1R

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade