Em card histórico no Bellator 222, Rory mantém título e Lyoto nocauteia Sonnen

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 15/06/2019
Em card histórico no Bellator 222, Rory mantém título e Lyoto nocauteia Sonnen

publicidade

Realizado no tradicional Madison Square Garden, em Nova York (EUA), nesta sexta-feira (14), o Bellator 222 correspondeu às expectativas dos fãs e contou com um verdadeiro show de MMA. Na luta principal, Rory MacDonald derrotou Neiman Gracie por unanimidade e, além de manter seu cinturão, avançou para a decisão do GP dos Meio-Médios, onde vai enfrentar Douglas Lima. No co-main event, show de Lyoto Machida, que nocauteou Chael Sonnen no segundo round em combate que marcou a aposentadoria do americano.

Ainda pelo card principal, Dillon Danis mostrou seu Jiu-Jitsu de alto nível e finalizou Max Humphrey no primeiro round. Dudu Dantas, por sua vez, sofreu um nocaute brutal para Juan Archuleta, enquanto na abertura, em duelo de campeões, o japonês Kyoji Horiguchi superou Darrion Caldwell, fez história e unificou os títulos peso-galo do Bellator e do Rizin.

MacDonald derrota valente Neiman Gracie

Quem esperava um grande combate entre Rory MacDonald e Neiman Gracie, pela luta principal do Bellator 222, não se arrependeu. Rory e Neiman deram tudo de si no cage, e ao final dos cinco rounds, o campeão canadense manteve seu cinturão e avançou para a final do GP dos Meio-Médios, onde agora vai enfrentar outro brasileiro, Douglas Lima.

A dinâmica do confronto foi quase a mesma durante todos os rounds. Enquanto Neiman tentava levar a luta para o chão e trabalhar seu Jiu-Jitsu de excelência – com muitos incentivos de Renzo ao fundo -, MacDonald resistia e golpeava em pé e no ground and pound. Assim, o canadense foi pontuando. O faixa-preta brasileiro até chegou perto de finalizar Rory em algumas situações, mas sempre faltava o ajuste final. Valente, Neiman tentou até o último minuto, quando buscou o pé, mas sem tempo hábil, viu o árbitro encerrar a disputa e os juízes decretarem MacDonald vencedor por decisão unânime.

Lyoto emplaca a quadra contra Sonnen

Pelo co-main event, Lyoto Machida mostrou que continua proporcionando um show para os fãs. Contra Chael Sonnen, em confronto bastante esperado, o “Dragão” aplicou duas lindas joelhadas voadoras para sacramentar a vitória. Ainda no primeiro round, o brasileiro chegou perto de definir a peleja, mas Sonnen resistiu. No segundo assalto, porém, uma nova joelhada voadora derrubou Sonnen, que dessa vez não conseguiu suportar à pressão.

Com o nocaute técnico, Lyoto Machida, hoje aos 41 anos, chega a quatro vitórias seguidas e cresce na organização. Sonnen, por outro lado, anunciou aposentadoria do MMA após o término do seu contrato. Aos 42 anos, o americano construiu uma longa carreira no esporte e soma incríveis lutas em sua trajetória no UFC antes de chegar ao Bellator.

Dannis e Mix brilham com belas finalizações

Dois nomes se destacaram por um Jiu-Jitsu de excelência no card principal do Bellator 222. Treinador de chão do astro Conor McGregor, o faixa-preta Dillon Danis precisou de apenas um round para levar Max Humphrey ao solo e encaixar uma justa chave de braço. Foi sua segunda vitória como profissional de MMA, a segunda por finalização no round inicial.

Antes, foi a vez de Patrick Mix, que finalizou Ricky Bandejas com um mata-leão, também no primeiro assalto. O lutador começou o embate com tudo, pegando as costas de Ricky em pé, fechando o cadeado e atacando o pescoço até forçar os três tapinhas. Estreia de gala do americano de 25 anos no Bellator, que segue invicto no MMA com 11 triunfos.

Dudu sofre nocaute brutal para Archuleta

Juan Archuleta mostrou a que veio no seu confronto contra o ex-campeão Dudu Dantas. Em duelo pela divisão dos penas, apesar de ambos serem do peso galo, Archuleta pareceu sempre um passo à frente do brasileiro. Depois de balançar Dudu em algumas oportunidades, Juan encaixou o golpe derradeiro no último segundo do segundo round.

O americano aproveitou que Dudu abriu sua guarda e, no contragolpe, acertou uma bomba de direita, levando o brasileiro à lona no mesmo instante. Em entrevista ainda no cage, Archuleta, que agora soma 23 vitórias e apenas um revés no seu cartel, soltou provocações e pediu pela oportunidade de enfrentar o novo campeão dos galos Kyoji Horiguchi.

Horiguchi vence Caldwell de novo e faz história

Campeão peso-galo do Bellator e do Rizin FF, simultaneamente. Esse foi o feito realizado pelo japonês Kyoji Horiguchi, de 28 anos, na noite desta sexta-feira. Enfrentando Darrion Caldwell pela segunda vez, conforme o trato entre as organizações, Horiguchi impôs seu jogo e derrotou o americano de novo, conquistando o título do Bellator. O triunfo veio por decisão unânime após cinco rounds mornos, mas onde ele sempre foi superior.

Tentando vingar o revés de dezembro do ano passado, quando acabou finalizado pelo japonês com uma guilhotina atuando no Rizin Fighting Federation, Caldwell começou indo pra cima e conectando bons golpes. A partir da segunda parcial, porém, o japonês foi crescendo e as coisas se equilibraram. Horiguchi apostou nas quedas e no controle de chão enquanto atacava inúmeras vezes na guilhotina, mas sem sucesso. Caldwell, por sua vez, começou a demonstrar cansaço e viu as coisas piorarem nos rounds finais. Ao término do combate, por decisão unânime dos jurados, Kyoji Horiguchi foi declarado vencedor e faz história ao ostentar dois cinturões de organizações diferentes ao mesmo tempo.

Robson Gracie Jr e Adam Borics dão show

Em busca de recuperação, o prospecto Aaron Pico seguiu com sua maré de azar. Diante de Adam Borics, Pico até começou melhor, dominando as ações e impondo seu bom Wrestling. Porém, uma linda joelhada voadora de Borics decretou o término da luta pelo peso pena no segundo round, além de impor o segundo revés seguido a Aaron Pico.

Primeiro brasileiro a entrar em ação, Robson Gracie Jr fez bonito pelo card preliminar. Com Royce e Renzo em seu córner, o peso-meio-médio teve um início estudado contra Oscar Vera, mas não precisou nem de um round para levar o combate para o chão e finalizar com uma chave de braço. Robson Jr agora soma duas vitórias em duas lutas.

RESULTADOS COMPLETOS:

Bellator 222
Madison Square Garden, em Nova York (EUA)
Sexta-feira, 14 de junho de 2019

Card principal
Rory MacDonald derrotou Neiman Gracie por decisão unânime dos jurados
Lyoto Machida derrotou Chael Sonnen por nocaute técnico no 2R
Dillon Danis finalizou Max Humphrey com uma chave de braço no 1R
Patrick Mix finalizou Ricky Bandejas com um mata-leão no 1R
Juan Archuleta derrotou Dudu Dantas por nocaute no 2R
Kyoji Horiguchi derrotou Darrion Caldwell por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Brandon Polcare finalizou Brandon Medina com uma guilhotina no 1R
Kastriot Xhema derrotou Whitney Francois por nocaute técnico no 2R
John Beneduce derrotou Kenny Rivera por decisão unânime dos jurados
Taylor Turner derrotou Heather Hardy por nocaute técnico no 1R
Adam Borics derrotou Aaron Pico por nocaute no 2R
Valerie Loureda derrotou Larkyn Dasch por decisão unânime dos jurados
Lindsey VanZandt finalizou Rena Kubota com um mata-leão no 1R
Haim Gozali finalizou Gustavo Wurlitzer com um triângulo no 1R
Mike Kimbel derrotou Sebastian Ruiz por decisão dividida dos jurados
Robson Gracie Jr finalizou Oscar Vera com uma chave de braço no 1R
Marcus Surin derrotou Nekruz Mirkhojaev por decisão dividida dos jurados
Phil Hawes derrotou Michael Wilcox por nocaute técnico no 1R

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade