Zumbi Coreano vence Moicano em ‘noite ruim’ para brasileiros no UFC Greenville

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 23/06/2019
Zumbi Coreano vence Moicano em ‘noite ruim’ para brasileiros no UFC Greenville

publicidade

Com uma atuação de gala, Chan Sung Jung, o “Zumbi Coreano”, foi a grande atração do UFC Greenville, realizado neste sábado (22), na Carolina do Sul (EUA). O lutador sul-coreano precisou de apenas 58 segundos para nocautear Renato Moicano na luta principal da edição, impressionando aqueles que esperavam por um combate mais longo e disputado. No co-main event, Randy Brown também teve atuação de destaque e levou a melhor sobre o favorito Bryan Barberena com um belo nocaute no terceiro assalto.

O evento ainda contou com outros dois brasileiros. No card principal, Anderson Berinja teve boa atuação, mas acabou sendo derrotado por Andre Ewell na decisão unânime. No preliminar, diante de Molly McCann, Ariane Lipski também saiu com o revés por decisão.

Zumbi Coreno vence Moicano de maneira espetacular

Chan Sung Jung, o “Zumbi Coreano”, não deu nem tempo de Renato Moicano “aquecer” para o combate. Os dois lutadores entraram rapidamente na curta distância para a trocação e, sem pestanejar, o sul-coreano aplicou um rápido e potente golpe de direita, pegando em cheio no brasileiro, que foi ao chão. Moicano ainda tentou resistir ao grudar no adversário, no entanto, Chan Sung Jung aproveitou o ótimo momento e conectou mais alguns golpes no ground and pound antes do árbitro interromper o duelo.

Com a vitória, o Zumbi Coreano se recupera da derrota para Yair Rodriguez e volta a vencer na organização. Por outro lado, o brasileiro Renato Moicano amarga seu segundo revés consecutivo e terá que descer alguns degraus na categoria peso pena.

Golpe de direita abriu caminho para vitória do Zumbi Coreano (Foto Getty Images / UFC)

Berinja é derrotado por americano em grande duelo

Depois de um breve estudo entre os lutadores, Anderson Berinja e Andre Ewell partiram para a trocação franca e conectaram golpes limpos, mostrando técnica apurada. Após ter uma tentativa de queda frustrada, o brasileiro voltou a partir para a luta em pé, protagonizando ótimos momentos com o americano. Com maior envergadura, Ewell levou vantagem no primeiro round. No segundo assalto, ambos seguiram afiados na trocação, com Andre levando uma ligeira vantagem utilizando seus longos braços.

No terceiro e último round, o roteiro da trocação equilibrada seguiu o mesmo, mas Anderson Berinja conseguiu levar a luta para o chão. Após alguns golpes no ground and pound aplicados pelo brasileiro, o combate voltou a ficar em pé e, a partir disso, Ewell cadenciou a luta até o fim. Ao fim, o americano saiu com o triunfo por decisão unânime.

Berinja teve boa atuação, mas foi derrotado por Andre Ewell (Foto Getty Images / UFC)

Lutador do Suriname nocauteia em nove segundos

O que você faria em nove segundos? Pois bem, esse foi o tempo necessário para Jairzinho Rozenstruik nocautear Allen Crowder no card preliminar do UFC Greenville. O lutador do Suriname encaixou um bom jab no queixo do adversário e o árbitro, rapidamente, interrompeu o combate após um novo soco no solo. Foi o segundo nocaute mais rápido da história da categoria peso pesado do UFC. O primeiro é de Todd Duffee, em sete segundos.

Rozenstruik precisou de nove segundos pra nocautear Crowder (Foto Getty Images / UFC)

Inglesa leva a melhor sobre brasileira Ariane Lipski

Ariane Lipski e Molly McCann partiram para a trocação desde os primeiros momentos do combate. Com maior envergadura, a brasileira teve uma vantagem inicial, mas viu a britânica igualar as ações e aplicar uma boa queda na final do primeiro round. Com boa movimentação, McCann manteve-se superior e, apesar da trocação equilibrada, aplicava melhores golpes, além de conseguir mais uma boa queda nos últimos segundos.

No último round, ciente da boa vantagem adquirida, Molly McCann passou a cadenciar mais a luta, controlar bem a distância e, nitidamente melhor tecnicamente na luta em pé, saiu vencedora por decisão unânime dos jurados, emplacando sua segunda vitória consecutiva, enquanto Ariane amargou sua segunda derrota seguida em duas lutas pelo Ultimate.

Ariane Lipski foi derrotada por Molly McCann na decisão unânime (Foto Getty Images / UFC)

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC Fight Nigh 154
Greenville, na Carolina do Sul (EUA)
Sábado, 22 de junho de 2019

Card principal
Zumbi Coreano derrotou Renato Moicano por nocaute técnico 1R
Randy Brown derrotou Bryan Barberena por nocaute técnico no 3R
Andrea Lee derrotou Montana De La Rosa por decisão unânime dos jurados
Andre Ewell derrotou Anderson Berinja por decisão unânime dos jurados
Kevin Holland derrotou Alessio Di Chirico por decisão unânime dos jurados
Ashley Yoder derrotou Syuri Kondo por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Dan Ige derrotou Kevin Aguilar por decisão unânime dos jurados
Luís Peña derrotou Matt Wiman por nocaute técnico no 3R
Jairzinho Rozenstruik derrotou Allen Crowder por nocaute técnico no 1R
Molly McCann derrotou Ariane Lipski por decisão unânime dos jurados
Deron Winn derrotou Eric Spicely por decisão unânime dos jurados

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade