Chris Weidman tem luta marcada contra ‘desafeto’ para o UFC Boston, em sua estreia nos meio-pesados

Publicado em 24/07/2019 por: Nilmon
Chris Weidman tem luta marcada contra ‘desafeto’ para o UFC Boston, em sua estreia nos meio-pesados

publicidade

Ex-campeão peso-médio do UFC, Chris Weidman já tem data e adversário definidos para fazer sua primeira luta como meio-pesado na organização. Na última terça-feira (23), a ESPN americana confirmou que o “All American” tem um acordo verbal para enfrentar Dominick Reyes na luta principal do UFC Boston, marcado para o dia 18 de outubro.

Com 35 anos e um cartel de 14 vitórias e quatro derrotas no MMA, Weidman decidiu subir para a divisão dos meio-pesados após ser nocauteado por Ronaldo Jacaré em sua última apresentação, em novembro do ano passado. Anteriormente, o americano já havia sido superado por Luke Rockhold (quando perdeu o título), Yoel Romero e Gegard Mousasi e, desde 2015, só venceu Kelvin Gastelum, em luta ocorrida em 2017, no UFC on FOX 25.

Para o seu primeiro desafio no peso meio-pesado, Chris Weidman terá um duro compromisso pela frente. Isto porque Dominick Reyes é, atualmente, o quarto colocado no ranking da categoria que tem Jon Jones na liderança. O atleta, de 29 anos, está invicto no MMA, com 11 triunfos, e desde que chegou à franquia, em 2017, já venceu Joachim Christensen, Jeremy Kimball, Jared Cannonier, Ovince St-Preux e Volkan Oezdemir.

Lutadores trocam provocações

Após a confirmação do acerto – por enquanto verbal – entre Weidman e Reyes, os lutadores começaram a trocar provocações através das redes sociais. Tudo iniciou com Reyes, que admitiu a intenção de querer enfrentar Jon Jones, campeão da categoria, mas que estaria satisfeito em encarar Weidman para mostrar que é o “nº 1” dos desafiantes.

“Eu quero o (Jon) Jones, mas se eles (UFC) querem que eu leve a cabeça de Weidman para provar que eu sou o número 1, eu ficaria mais do que feliz em fazer”, disparou Dominick.

“Você esqueceu que teve uma controversa decisão dividida para vencer sua última luta (contra Volkan Oezdemir)? Você acha que mereceria uma disputa de título? E sobre a minha cabeça, estou ansioso para fazer você humilde de novo”, rebateu Weidman.


“Você esqueceu suas últimas quatro lutas no peso médio? Controversa ou não, uma vitória é uma vitória. Na verdade, isso lhe deu essa oportunidade, então eu vou ter meu melhor desempenho contra você (ex-campeão). Assim, não haverá debate se eu sou o desafiante número 1. Não confunda confiança com arrogância, Chris”, devolveu “The Devastator”.

“Eu tenho mais defesas de cinturão no UFC do que você em finalizações. Vejo você em Boston”, finalizou Weidman, no que promete ser apenas o início da troca de farpas.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade