Cris adota mistério sobre futuro e rebate Dana: ‘Ele não conhece a vida de lutador’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 25/07/2019
Cris adota mistério sobre futuro e rebate Dana: ‘Ele não conhece a vida de lutador’ Cris quer fazer uma luta no Boxe antes de encerrar a carreira dentro das artes marciais (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Por Mateus Machado

Após ser derrotada por Amanda Nunes em sua última luta, em dezembro, quando sofreu o nocaute ainda no primeiro round e perdeu o cinturão peso-pena do Ultimate, Cris Cyborg tem um importante compromisso no próximo sábado (27). Cyborg terá Felicia Spencer pela frente no co-main event do UFC 240, que será realizado em Edmonton, no Canadá.

O combate marcará a última luta do atual contrato da brasileira com a organização. Até o momento, a ex-campeã não entrou em um acordo a respeito de uma possível renovação, o que vem gerando boatos sobre uma ida para outra franquia ou até mesmo outra modalidade, já que Cris citou a possibilidade de migrar para o Boxe ou Pro-Wrestling.

Na última terça-feira (23), em conversa com a imprensa por vídeo, Cyborg adotou um tom misterioso ao ser questionada sobre o futuro da sua carreira. A lutadora esclareceu que está focada em Spencer e, só após o combate, irá falar sobre seus próximos passos.

“Na verdade, eu estou focada exatamente nessa luta de sábado e, com certeza, após essa luta (contra a Felicia Spencer), eu vou poder esclarecer o meu futuro, inclusive a respeito das minhas próximas adversárias”, disse a experiente Cris, hoje aos 34 anos de idade.

A curitibana também vem sendo constantemente questionada sobre uma possível revanche contra Amanda Nunes. O presidente do UFC, Dana White, causou polêmica ao afirmar que Cris estaria com “medo” de perder novamente para a baiana. Em resposta às declarações do mandatário – com quem já se “estranhou” -, Cyborg agiu com naturalidade e rebateu dizendo que Dana “nunca entrou no cage” e que não conhece “a vida de um lutador.

“Você acha que eu fico surpresa quando o Dana diz coisas assim? Eu não estou. Eu ficaria surpresa se Dana White dissesse algo legal sobre mim. Não é novidade pra mim. Dana White nunca entrou no cage. Ele nunca lutou antes, ele não conhece a vida de lutador porque ele é promotor”, respondeu a brasileira, em declaração dada ao site “TMZ Sports”.


Confira outros trechos da entrevista com Cris Cyborg:

-Divisão peso pena do Ultimate

Acho que, na verdade, esse é o trabalho do UFC: investir na categoria (peso pena) para que ela cresça cada vez mais e dê mais chances para as atletas lutarem, novos nomes.

-Derrota para Amanda Nunes

Na verdade, todas as vezes que vou lutar, me preparo muito bem e sempre deixo nas mãos de Deus, sempre oro antes de lutar e deixo nas mãos Dele. Aquela noite eu não saí com a vitória, mas acredito que Deus tenha me usado para poder abençoar a Amanda e dar essa oportunidade para ela de ser campeã dupla. Eu não guardo nada da luta passada, o passado ficou para trás. Agora é focar na luta de sábado, na Felicia Spencer.

-Futuro no mundo das lutas

Desde pequena, eu sempre fui atleta e sempre gostei de competir. Eu acho que esse é um trabalho que você precisa estar fazendo para saber o momento que não vai lutar mais. Eu ainda tenho a mentalidade de querer lutar e não tenho nenhuma lesão séria e nada que me impeça de continuar lutando. Eu ainda me vejo pelo menos uns cinco anos lutando.

-Amanda ‘maior de todos os tempos’

Em diversos momentos da minha carreira, eu nunca me elogiei, sempre deixei para os meus fãs fazerem isso. Acho que é melhor perguntar para ela (Amanda). Cada atleta tem sua característica, não sei se ela gosta de se promover dessa forma, pode ser o jeito dela. Mas sempre deixei isso para os meus fãs. A voz do povo é a voz de Deus, é a lei.

-Duelo contra Felicia Spencer

É uma luta de MMA. Eu sempre treinei tudo, seja em pé ou no chão. Vou sentir como vai ser a luta, ver o que vai acontecer durante o combate, e daí vejo o melhor a ser feito. O que posso falar é que fiz um trabalho muito bom com os meus treinadores na preparação.

CARD COMPLETO:

UFC 240
Edmonton, no Canadá
Sábado, 27 de julho de 2019

Card principal
Peso-pena: Max Holloway x Frankie Edgar
Peso-pena: Cris Cyborg x Felicia Spencer
Peso-meio-médio: Geoff Neal x Niko Price
Peso-leve: Olivier Aubin-Mercier x Arman Tsarukyan
Peso-médio: Marc-Andre Barriault x Krzysztof Jotko

Card preliminar
Peso-mosca: Alexis Davis x Viviane Araújo
Peso-pena: Hakeem Dawodu x Yoshinori Horie
Peso-pena: Gavin Tucker x Seung Woo Choi
Peso-mosca: Alexandre Pantoja x Deiveson Figueiredo
Peso-mosca: Sarah Frota x Gillian Robertson
Peso-leve: Erik Koch x Kyle Stewart
Peso-pesado: Giácomo Lemos x Tanner Boser

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade