Embalada, Germaine de Randamie mira revanche contra Amanda Nunes e diz: ‘Todo mundo é derrotável’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 16/07/2019

publicidade

Apesar da vitória polêmica sobre Aspen Ladd, no último sábado (13), na luta principal do UFC Sacramento – onde nocauteou a adversária em 16s em uma interrupção considerada prematura -, o bom momento de Germaine de Randamie na organização é inegável.

Já são cinco vitórias consecutivas para a holandesa na organização, onde luta desde 2013. A última derrota de Randamie foi para Amanda Nunes, em novembro de 2013, quando foi nocauteada no primeiro round. E é justamente a brasileira, atual campeã peso-galo e pena do Ultimate, um dos alvos de Germaine visando seus próximos desafios no octógono

Em entrevista ao podcast Eurobash no MMA Fighting, a lutadora de 35 anos exaltou seu respeito pela “Leoa”, mas ressaltou a intenção de “vingar” o revés sofrido para a baiana.

“É claro que eu aceitaria uma luta contra a Amanda. Todo mundo sabe, para mim seria uma honra estar no cage com uma campeã tão grande. Seria uma honra tentar redimir (a derrota para Amanda)”, disse Germaine, que relembrou o primeiro combate entre as duas.

“Eu me lembro (que ela me colocou para baixo). Essa é a coisa divertida… Eu não sou mais aquela lutadora e Amanda não é mais aquela lutadora também. Eu acredito que vai ser uma luta diferente. Eu não sou mais tão fácil de derrubar, naquela luta eu fui fácil de derrubar, mas agora não sou mais. Eu sei que Amanda é uma grande campeã e sei que seria um ótimo confronto. Eu tenho o maior respeito por ela. Não há dúvidas sobre isso, ela é uma verdadeira campeã e uma das melhores de todas. Mas todo mundo é ‘derrotável’, eu continuo dizendo isso e acreditando”, finalizou a experiente lutadora holandesa.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade