Ex-lutador do UFC é detido nos EUA por exploração sexual infantil e obscenidade

Publicado em 17/07/2019 por: Nilmon
Ex-lutador do UFC é detido nos EUA por exploração sexual infantil e obscenidade

publicidade

Como, infelizmente, virou praxe, mais um lutador enfrenta problemas com a polícia. Desta vez, o caso envolve Abel Trujillo, que já teve passagem pelo UFC e está sob custódia após ser preso em Castle Rock, no Colorado (EUA), com acusações de exploração sexual infantil e obscenidade. Sua fiança está estipulada em US$ 10 mil (quase R$ 38 mil) e uma audiência preliminar será realizada nesta quinta-feira (18). As informações sobre o caso são do site “Douglas County Sheriff’s Office” e da emissora canadense “TSN”.

Vale ressaltar que Trujillo foi preso no dia 24 de maio, em Broward County, na Flórida, logo após a emissão de um mandado de prisão no Colorado. Na sequência, o atleta foi extraditado para Douglas County e, ainda de acordo com os relatórios obtidos pela TSN, foi preso por “possuir, produzir ou distribuir material explicitamente sexual (pornografia) envolvendo um menor de 18 anos”. Além disso, o lutador foi enquadrado por “possuir ou controlar qualquer material de exploração sexual para qualquer propósito”. A acusação de obscenidade ao americano se refere como promoção de material de conteúdo e caráter obsceno a menores de idade, ou posse do material com intenção de promover a um menor.

Cada acusação contra Trujillo pode resultar em uma condenação de 12 a 18 meses, ainda com multa entre US$ 1 mil e US$ 100 mil. A audiência preliminar desta quinta-feira será importante para definir os rumos do caso e em que situação o lutador se encontrará nos próximos meses. O peso-leve, vale salientar, já enfrentou condenações por violência doméstica nos anos de 2007 e 2009, segundo consta em sua ficha criminal de Iowa (EUA).

Com 35 anos de idade, Abel Trujillo tem um cartel de 15 vitórias e oito derrotas no MMA profissional. O atleta fez parte do plantel do UFC entre os anos de 2012 e 2017, mas acabou sendo dispensado da organização após amargar duas derrotas consecutivas. Em sua carreira, o americano – lutador desde 2009 – contabiliza duelos contra nomes importantes como Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson, sendo derrotado por ambos.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade