Grand Slam Tóquio: campeões de seis países agitam as disputas na faixa-preta

Publicado em 28/07/2019 por: Nilmon

publicidade

A lista de campeões no adulto faixa-preta do Abu Dhabi Grand Slam de Tóquio, no Japão, é a prova definitiva de que o Jiu-Jitsu está realmente espalhado pelo mundo. Realizado no fim de semana e encerrado neste domingo (28), o ADGS Tóquio contou com campeões de seis países diferentes em 11 classes de peso. Foram cinco medalhistas do Brasil, dois da Polônia, além de representantes dos Estados Unidos, Suécia, Japão e da Austrália.

Olhando para os pódios, a lista de países presentes no torneio da AJP Tour é ainda mais extensa, com lutadores de Mongólia, Bélgica, França, Coreia e Gana. Entre os brasileiros, destaque para Jonas Andrade, Kennedy Maciel, Diego Ramalho, Mayssa e Gabi Pessanha.

Abaixo, confira um resumo de como foi cada divisão:


-Masculino adulto faixa-preta

56kg: com Thalison Soares de fora, a divisão virou um mata-mata entre japoneses. Kei Ito foi direto para a final enfrentar Masaaki Todokoro – que havia derrotado Nobuhiro Sawada por 1 a 0 na semifinal – e levou a medalha de ouro para casa por decisão dividida.

62kg: Jonas Andrade agradeceu a Wanki Chae quando o sul-coreano não compareceu à semifinal. Do outro lado, Gabriel Sousa derrotou o japonês Tomoyuki Hashimoto por decisão dos árbitros após empate em 0 a 0. O título também foi resolvido pelos árbitros, que em confronto bastante acirrado, viram vitória de Jonas Andrade sobre Gabriel.

69kg: Kennedy Maciel teve que competir três vezes para levar o ouro de volta para Los Angeles (EUA). Ele primeiro estrangulou Song Hyeongkeun pelas costas, repetindo o mesmo resultado contra Jan Basso, na semifinal. Já Thiago Macedo bateu Jun Yong Cho por 1 a 0 nas vantagens e depois superou Cleber Clandestino por 4 a 2. A final foi parelha, com Kennedy trabalhando melhor seu jogo para construir 2 a 0 nas vantagens e sair vencedor.

77kg: depois de vencer em Moscou (RUS), Diego Ramalho viajou para o Japão querendo se manter no topo, e conseguiu. O brasileiro estreou na semifinal contra um rival conhecido, Max Lindblad, e passou após 4 a 1. Na outra parte da chave, Levi Jones-Leary finalizou Alexandre Molinaro e Shinji Morito para garantir seu lugar na decisão. Na finalíssima, depois de uma queda para Diego e uma raspagem para Levi, uma terceira penalidade do australiano deu os pontos necessários para o triunfo de Diego Ramalho por 4 a 2.

85kg: o americano Nathan Mendelsohn lutou duas vezes para conquistar a medalha de ouro. Ele venceu Akihiro Kawakami por 8 a 0 nas semis e se encontrou com o francês Thomas Mietz, que chegou à final com uma vitória por 7 a 2 sobre Dave Kim. No duelo decisivo, melhor para Nathan por 1 a 0 nas vantagens e muita vibração do americano.

94kg: Adam Wardzinski está de volta ao topo. Seu segundo ouro na temporada atual do Abu Dhabi Grand Slam veio após dois combates. O polonês bateu Anton Minenko por 11 a 0 e, na final, encontrou Fernando dos Reis, que havia passado por Rida Haisam, do Gana. Em luta “truncada”, 1 a 0 nas vantagens foi o suficiente para garantir o título de Adam.

120kg: a Polônia fez seu segundo campeão com Gerard Labinksi. O faixa-preta primeiro finalizou Dae Woong Lee com um estrangulamento lateral antes de encontrar o duro Victor Hugo Marques – que também finalizou – na final. Com o título em jogo, Gerard raspou Victor Hugo no início da luta e segurou a vantagem de 2 a 0, levando o ouro pra casa.


-Feminino adulto faixas-marrom/preta

55kg: Mayssa Bastos segue implacável. Sem adversárias em sua divisão natural, até 49kg, a brasileira subiu para 55kg e deu show. Foram duas lutas até o ouro, com um estrangulamento em 42 segundos sobre Dorothy Dao e, na decisão, uma vitória por 4 a 2 sobre a experiente japonesa Rikako Yuasa – tetracampeã mundial pela IBJJF.

62kg: a divisão tinha duas favoritas de antemão (Larissa e Amal), mas a realidade provou ser bem diferente, com a australiana Hope Douglas brilhando. Em sua caminhada dourada no Japão, Hope finalizou Larissa Paes, campeã do ADGS Moscou, e depois superou a belga Amal Amjahid, campeã em Tóquio no ano passado, por 3 a 0 nas vantagens.

70kg: com apenas três nomes, Martina Gramenius e Buyandelger Battsogt chegarem à final depois de derrotarem Meagan Evans. A medalha de ouro foi definida nos detalhes, com Gramenius anotando suas vantagens apenas no fim da luta e vencendo por 2 a 1.

95kg: dois combates e duas vitórias de Gabi Pessanha sobre Marcela Caiafa. Foi assim que a aluna de Márcio de Deus garantiu mais um título para o seu currículo, superando Caiafa primeiro com um estrangulamento pelas costas e depois através de uma chave de braço.


Após Tóquio, no Japão, a temporada 2019/2020 do Abu Dhabi Grand Slam, organizado pela AJP Tour, agora desembarca em Los Angeles, Estados Unidos, nos dias 14 e 15 de setembro. As inscrições já estão abertas e o primeiro prazo vai até 17 de agosto, com o limite final sendo 10 de setembro. Saiba mais em https://ajptour.com/en/event/191.

Veja os resultados completos abaixo:

Masculino adulto faixa-preta
56kg – Kei Ito derrotou Masaaki Todokoro por decisão dividida dos árbitros
62kg – Jonas Andrade derrotou Gabriel Sousa por decisão dividida dos árbitros
69kg – Kennedy Maciel derrotou Thiago Macedo por 2 a 0 nas vantagens
77kg – Diego Ramalho derrotou Levi Jones-Leary por 4 a 2 nos pontos
85kg – Nathan Mendelsohn derrotou Thomas Mietz por 1 a 0 nas vantagens
94kg – Adam Wardzinski derrotou Fernando dos Reis por 1 a 0 nas vantagens
120kg – Gerard Labinksi derrotou Victor Hugo por 2 a 0 nos pontos

Feminino adulto faixas-marrom/preta
55kg – Mayssa Bastos derrotou Rikako Yuasa por 4 a 2 nos pontos
62kg – Hope Douglas derrotou Amal Amjahid por 3 a 0 nas vantagens
70kg – Martina Gramenius derrotou Buyandelger Battsogt por 2 a 1 nas vantagens
95kg – Gabi Pessanha finalizou Marcela Caiafa com uma chave de braço

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade