Holloway quer defender cinturão dos penas mais uma vez em 2019 e exalta Frankie Edgar: ‘Ele é uma lenda’

Publicado em 29/07/2019 por: Nilmon
Holloway quer defender cinturão dos penas mais uma vez em 2019 e exalta Frankie Edgar: ‘Ele é uma lenda’

publicidade

Na luta principal do UFC 240, no último sábado (27), Max Holloway teve sucesso em sua terceira defesa de título. “Blessed” dominou o confronto com Frankie Edgar e venceu por decisão unânime. Já na coletiva de imprensa, muito se falava sobre o potencial próximo desafiante ao cinturão dos penas, Alexander Volkanovski, que inclusive ficou de stand-by para caso algum problema acontecesse com um dos dois protagonistas do main event.

Holloway não mostrou nenhuma “preocupação” com o provável desafiante e disse que gostaria de lutar ainda em 2019. Ao ser indagado se esse confronto poderia fazer parte do UFC 243, que será em outubro, na Austrália, tento em vista que Volkanovski é da Oceania, o havaiano disse que precisa fazer exames médicos antes de tomar qualquer decisão.

“Vamos ver o que acontece. Estou bem, estou ótimo, mas vou esperar para falar com meu time e os meus treinadores. Eu lutei três vezes pelo título em sete meses. Eu quero lutar mais uma vez este ano, mas nós temos que fazer todos os testes para saber se está tudo ok”, apontou Holloway, que também citou na coletiva a possibilidade de lutar em dezembro ou no card do Madison Square Garden, em Nova York (EUA), no começo de novembro.

A respeito da luta, Holloway disse que fazia parte do seu plano estender o confronto e mostrar que poderia sobrepor o jogo de Edgar, ex-campeão dos leves e um dos grandes nomes da história do UFC: “Eu comecei a me encontrar no início da luta. Eu ficava ouvindo as pessoas dizerem que o Wrestling dele seria demais, que a pressão dele seria demais, então, eu queria dar cinco rounds e mostrar para todo mundo que eu estava ligado. A ‘Blessed Era’ está em pleno vigor e é isso o que fizemos”, disse Max, que elogiou Edgar.

“Frankie foi uma inspiração. Drake disse: ‘Treine até seus ídolos se tornarem seus rivais’. É por isso que estou aqui. Ele é uma fera, é uma lenda. Estou tentando ser o melhor lutador peso-por-peso do mundo, não o melhor peso-pena do mundo. Estou tentando ser o melhor lutador de todos e o Frankie é mais um passo para eu completar esse objetivo”, concluiu.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade