Holly Holm descarta aposentadoria, mas lamenta nocaute pra Amanda: ‘Pesadelo’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 11/07/2019
Holly Holm descarta aposentadoria, mas lamenta nocaute pra Amanda: ‘Pesadelo’

publicidade

Nocauteada ainda no primeiro round por Amanda Nunes no UFC 239, realizado no último sábado (6), em Las Vegas (EUA), Holly Holm foi aconselhada por Dana White, presidente da organização, a se aposentar do MMA. Aos 37 anos, a americana, que sofreu sua quinta derrota no MMA, parece não estar disposta a seguir os conselhos do seu chefe.

Através de sua conta oficial no Instagram, a ex-campeã peso-galo e multicampeã no Boxe gravou uma série de vídeos em formato de “Stories” e se pronunciou pela primeira vez após a dura derrota para a brasileira. Mesmo com o revés, Holm brincou em alguns momentos e ressaltou que pretende seguir com sua carreira no MMA.

“Eu sempre disse que viveria a vida dos sonhos. Nunca sonhei em ser chutada na cara, nunca foi parte do meu sonho. É tipo a parte do pesadelo. Vivi um pequeno pesadelo… Acordar toda manhã, tipo: ‘É, isso foi real. Aconteceu’. Mas eu só quero que vocês saibam que estou bem e que sei de uma coisa: ainda vou seguir em frente. Estou com o coração partido agora, mas estou bem. Só quero que vocês saibam que agradeço o amor e o apoio. E se você quiser ganhar um preenchimento labial de graça, é só tomar um chute na cara”, brincou a americana.

Com 12 vitórias e cinco derrotas em sua carreira no MMA profissional, Holly Holm venceu apenas duas de suas últimas sete lutas na organização – Bethe Correira e Megan Anderson. Com disputas de título em sequência, a lutadora já perdeu para Amanda Nunes, Cris Cyborg, Germaine de Randamie, Valentina Shevchenko, Miesha Tate nos últimos anos.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade