Jones vence Marreta e mantém título no UFC 239; Amanda e Masvidal dão show

Publicado em 07/07/2019 por: Nilmon
Jones vence Marreta e mantém título no UFC 239; Amanda e Masvidal dão show

publicidade

O UFC 239, realizado na noite deste sábado (6), em Las Vegas, nos Estados Unidos, certamente ficará na memória dos fãs de MMA. A edição na T-Mobile Arena teve diversos momentos marcantes, um main event repleto de tensão e o nocaute mais rápido da história do Ultimate, com Jorge Masvidal derrubando Ben Askren em apenas 5 segundos.

Nas lutas principais, Jon Jones e Amanda Nunes derrotaram Thiago Marreta e Holly Holm, respectivamente, e mantiveram os cinturões meio-pesado e peso-galo. Outros destaques foram o nocaute de Jan Blachowicz sobre Luke Rockhold e o triunfo de Claudinha Gadelha.

Jones ‘sofre’, mas derrota Marreta no main event

A luta principal reservou fortes emoções para os fãs. Jon Jones e Thiago Marreta deram tudo de si, duelando durante cinco rounds e deixando o octógono carregados. O brasileiro começou melhor, encaixando combinações de socos e assustando o campeão.

Porém, no decorrer da luta, Jones foi crescendo. Ainda no primeiro round, Marreta sentiu o joelho esquerdo e o americano aproveitou para pontuar. Apesar da lesão, o brasileiro seguia ligado, sempre em busca do nocaute. Nos últimos rounds, Jones passou a controlar mais as ações e, apesar de algumas tentativas de Thiago, manteve a tranquilidade para sair vencedor por decisão dividida (48-47, 47-48 e 48-47), mantendo o título meio-pesado.

Nocaute consolidou Amanda como a maior de todos os tempos no MMA (Foto Getty Images)

Amanda vence Holm e mantém cinturão peso-galo

Quem esperava um combate equilibrado e com longa duração no co-main event do UFC 239, se enganou. Após um pouco de estudo nos primeiros minutos, a campeã dupla Amanda Nunes viu uma brecha e, com um lindo chute alto, nocauteou Holly Holm no fim do primeiro round, completando com golpes no ground and pound até o árbitro parar.

Além de manter o cinturão dos galos, Amanda, que também é campeã peso-pena, agora ostenta triunfos sobre Valentina Shevchenko (2x), Miesha Tate, Ronda Rousey, Cris Cyborg e Holly Holm, podendo ser considerada a maior lutadora de MMA de todos os tempos.

Masvidal nocauteou e ainda foi provocar Ben Askren, que tava apagado (Foto Getty Images)

Masvidal aplica nocaute mais rápido do Ultimate

Jorge Masvidal e Ben Askren trocaram muitas provocações antes da luta. Entretanto, quando o sinal foi dado no octógono, Masvidal precisou de apenas 5 segundos para resolver o problema. Com uma joelhada voadora certeira, o “Gamebred” derrubou Askren e, de quebra, bateu o recorde de vitória mais rápida da história do UFC. Que momento!

Rockhokd toma ‘atraso’ em estreia no meio-pesado

Após muito falatório, o ex-campeão peso-médio Luke Rockhold finalmente estreou no meio-pesado. Ele só não contava, porém, que Jan Blachowicz estaria lá para estragar os seus planos. Depois de um primeiro round mais estudado, onde Rockhold pressionou Jan contra a grade buscando a queda, sem sucesso, o segundo assalto começou fulminante.

Blachowicz acertou uma bomba de esquerda para nocautear Rockhold (Foto Getty Images)

Aproveitando um descuido de Luke, o polonês acertou uma bomba de esquerda que pegou em cheio no queixo do rival. Vitória por nocaute de Blachowicz, que se recuperou do revés para Marreta, em fevereiro. Rockhold, por outro lado, soma sua segunda derrota seguida.

Chiesa mostra grappling afiado e bate Diego Sanchez

Em um encontro de veteranos, Michael Chiesa fez valer seu afiado jogo de grappling e controlou as ações contra Diego Sanchez. O duelo teve duração de três rounds, com poucos momentos de perigo para Chiesa. No fim, Michael foi declarado vencedor por decisão unânime e chegou à sua segunda vitória consecutiva na divisão dos meio-médios. Já Sanchez, aos 37 anos, viu sua série positiva de dois triunfos ser interrompida.

Gadelha reencontrou o caminho das vitórias contra Markos no UFC 239 (Foto Getty Images)

Cláudia Gadelha domina canadense e volta a vencer

Pressionada após perder para Nina Ansaroff em sua última luta, Claudinha Gadelha entrou com um jogo justo e disposta a vencer Randa Markos. E assim foi fazendo durante os três rounds. Sempre um passo à frente da adversária, a brasileira foi minando Markos até o término do combate, sendo declarada vencedora por decisão unânime dos jurados.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 239
T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA)

Sábado, 6 de julho de 2019

Card principal
Jon Jones derrotou Thiago Marreta por decisão dividida dos jurados
Amanda Nunes derrotou Holly Holm por nocaute técnico no 1R
Jorge Masvidal derrotou Ben Askren por nocaute no 1R
Jan Blachowicz derrotou Luke Rockhold por nocaute no 2R
Michael Chiesa derrotou Diego Sanchez por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Arnold Allen derrotou Gilbert Melendez por decisão unânime dos jurados
Marlon Vera finalizou Nohelin Hernandez com um mata-leão no 2R
Claudinha Gadelha derrotou Randa Markos por decisão unânime dos jurados
Song Yadong derrotou Alejandro Perez por nocaute no 1R
Edmen Shahbazyan finalizou Jack Marshman com um mata-leão no 1R
Chance Rencountre derrotou Ismail Naurdiev por decisão unânime dos jurados
Julia Avila derrotou Pannie Kianzad por decisão unânime dos jurados

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade