Fabrício vibra com Jiu-Jitsu no Catar e projeta: ‘A tendência é aumentar o número de praticantes’

    Fabrício Moreira é responsável pelo crescimento do Jiu-Jitsu no Catar (Foto: Vitor Freitas)

    Fabrício Moreira está em Doha, no Catar, por uma missão pelo Jiu-Jitsu. Residente há nove anos no país árabe, o faixa-preta é o responsável por propagar a modalidade e aumentar o fluxo de praticantes no país.

    O trabalho tem gerado bons resultados. Além das Forças Armadas, pessoas comuns começaram a aderir o estilo de vida proporcionado pelo Jiu-Jitsu.

    Empolgado pelo crescimento, Fabrício pretende criar eventos no país para desenvolver e estimular ainda mais os praticantes. Esta meta é para 2020/2021.

    “O Jiu-Jitsu em Doha é bem divulgado. Nós temos algumas academias e um programa bem avançado no serviço militar. Acredito que a tendência é aumentar ainda mais o número de praticantes com a divulgação do esporte, através de alguns eventos que estamos programando para 2020/2021”, explicou o Fabrício, antes de projetar o esporte em Doha daqui a cinco anos.

    “Quero levar o Jiu-Jitsu ao maior número de pessoas e de diferentes classes sociais. Quero, através do Jiu-Jitsu, mudar e dar novos sonhos e oportunidades aos atletas também. Quero dar a melhor condição possível aos competidores, para seguirem seus sonhos nos principais eventos do mundo”.

    Em paralelo aos seus negócios e a vida de professor, Fabrício ainda reserva um tempo para ajudar jovens que sonham em viver do esporte. Só em 2019, ele conseguiu arcar com inscrições e passagens para mais de 35 atletas novatos.

    “O apoio sempre vai existir, pois isto parte do meu lado pessoal. Adoro ajudar as pessoas e quero que meus filhos um dia saibam que fui uma pessoa boa e sempre empenha a ajudar o próximo. Espero que eles carreguem esse sentimento de retribuição, devo muito a esse esporte”, encerrou.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome