Com chance da primeira vitória em card no Uruguai, Alex Leko tira lições de estreia no UFC: ‘Fui muito imaturo’

    Brasileiro Alex Leko conquistou sua primeira vitória lutando pelo Ultimate (Foto arquivo pessoal)

    Por Mateus Machado

    Com apenas 23 anos, Alex “Leko” da Silva já tem grandes responsabilidades em sua carreira no MMA. Após estrear no Ultimate com derrota para o russo Alexander Yakovlev em abril, o brasileiro terá a chance de buscar a primeira vitória na organização neste sábado (10), quando terá pela frente o mexicano Rodrigo “Kazula” Vargas no card do UFC Montevidéu, que marca a primeira edição da franquia no Uruguai.

    Em seu debute, Leko foi chamado de última hora para integrar o card do UFC Rússia. Para o evento no Uruguai, o lutador precisou lidar com outra adversidade, já que, inicialmente, ele enfrentaria Rafael Fiziev, mas a menos de duas semanas para a luta, teve o seu adversário trocado.

    Pronto para o seu novo desafio, Alex, que possui um cartel com 22 lutas, sendo 20 vitórias e apenas duas derrotas na carreira, abriu o jogo e, em entrevista à TATAME, falou sobre as lições tiradas de sua derrota na primeira luta pelo UFC, onde acabou sendo finalizado no segundo round.

    “A grande lição que tirei dessa derrota é que naquele momento eu fui muito imaturo. Eu acabei cometendo um erro grave na luta e o cara soube aproveitar. Acredito que agora estou mais maduro, mais confiante, com tudo certo para conseguir dar um show no sábado”, disse o catarinense.

    Confira a entrevista com Alex Leko:

    -Expectativa para buscar a primeira vitória no UFC

    Minha preparação começou desde a minha derrota, em abril. Eu não gosto da derrota, então já voltei a treinar logo em seguida, buscando a evolução, acertar os erros que cometi e eu treino muito, independentemente de ter luta ou não. Me sinto muito bem preparado em todos os sentidos para buscar minha primeira vitória no UFC.

    -Derrota na estreia pelo UFC

    A grande lição que tirei dessa derrota é que naquele momento eu fui muito imaturo. Eu acabei cometendo um erro grave na luta e o cara soube aproveitar. Acredito que agora estou mais maduro, mais confiante, com tudo certo para conseguir dar um show no sábado e sair vitorioso.

    -Análise do adversário

    Eu vi que ele é canhoto, o que sempre é um jogo diferente para a gente. Um cara que chuta muito, então procurei trabalhar muito isso, além dele ‘boxear’ bastante também, que tem um chão razoável. É um cara que dá para trabalhar legal, que possui algumas brechas que vamos buscar explorar ao longo da luta.

    -Estratégia na hora da luta

    Eu sempre procuro evoluir em tudo, então eu vou sentir mais na hora da luta, o local que estiver mais favorável e tranquilo para mim, eu vou buscar. Se eu estiver melhor na trocação, vou manter. Se começar a ficar ruim, vou botar para baixo. Como eu falei, eu sou um cara que treina de tudo, então me sinto confortável a lutar em qualquer área. Depende muito do adversário.

    -Primeiro card do UFC no Uruguai

    A minha expectativa é a melhor, porque além de ser o primeiro evento do UFC no Uruguai, que vai ficar marcado na história, mostra que eles estão olhando cada vez mais para a América do Sul. Me sinto muito motivado, quero dar um show para o público uruguaio e também para os brasileiros que certamente estarão lá. A minha sogra é uruguaia, então me sinto praticamente em casa (risos), o clima é bem parecido com o do Brasil. Estou muito à vontade.

    CARD COMPLETO:

    UFC Montevidéu
    Sábado, 10 de agosto de 2019
    Montevidéu, no Uruguai

    Card principal
    Peso-mosca: Valentina Shevchenko x Liz Carmouche
    Peso-meio-médio: Vicente Luque x Mike Perry
    Peso-pena: Luiz Eduardo Garagorri x Humberto Bandenay
    Peso-meio-pesado: Volkan Oezdemir x Ilir Latifi
    Peso-médio: Rodolfo Vieira x Oskar Piechota
    Peso-pena: Enrique Barzola x Bobby Mofett

    Card preliminar
    Peso-pesado: Ciryl Gané x Raphael Bebezão
    Peso-meio-médio: Gilbert Durinho x Alexey Kunchenko
    Peso-palha: Tecia Torres x Marina Rodriguez
    Peso-mosca: Rogério Bontorin x Raulian Paiva
    Peso-galo: Geraldo de Freitas x Chris Gutierrez
    Peso-leve: Rodrigo Kazula x Alex Leko
    Peso-mosca: Veronica Macedo x Polyana Viana

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome