Da roça para o cage: ex-lavrador, Erivan Pereira luta nesta sexta-feira no BRAVE 25 e sonha com carreira de sucesso no MMA

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 30/08/2019
Da roça para o cage: ex-lavrador, Erivan Pereira luta nesta sexta-feira no BRAVE 25 e sonha com carreira de sucesso no MMA Goiano, que atualmente reside em Brasília, entra em ação contra o ex-UFC Mehdi Baghdad (Foto divulgação BRAVE FC)

publicidade

Erivan Pereira Silva já fez um pouco de tudo nesta vida. Já trabalhou na roça, foi servente de pedreiro, vaqueiro e açougueiro. Natural de Posse, um município brasileiro do estado de Goiás, Erivan chegou a Brasília há sete anos para servir o Exército. Em 2014, logo após deixar a carreira militar e arrumar um emprego na construção civil, um amigo o incentivou a procurar uma academia de lutas. De cara Erivan se identificou com o Muay Thai, venceu suas dez primeiras lutas por nocaute, e migrou para o MMA. Nesta sexta-feira (30), pelo BRAVE 25, em Belo Horizonte (MG), ele fará sua 14ª luta.

“Já trabalhei na roça, na lavoura. Eu capinava, era vaqueiro com o meu pai, cortava cana… Fazia de tudo na roça. Também já fui servente de pedreiro e trabalhei em frigorifico. Realmente já fiz de tudo nessa vida (risos). Comecei na luta logo após servir o Exército. Eu trabalhava em uma obra e um amigo meu disse que eu era forte, que tinha biotipo de lutador. Eu brigava muito na rua, então entrei na academia para ficar bom de porrada e brigar na rua. Mas a luta mudou a minha vida. Me deu direção, me mostrou um caminho profissional, e aos poucos as coisas foram dando certo. Hoje vivo só da luta, graças a Deus. Mas sonho é dar uma vida melhor para a minha família, ser um lutador conhecido e estar entre os melhores do mundo. Sonho também em ganhar dinheiro para no futuro comprar a minha fazenda”, revelou o casca-grossa.

Erivan possui um cartel com 12 vitórias e apenas uma derrota no MMA profissional. Embalado por cinco vitórias consecutivas, ele vem de triunfo por nocaute sobre Gesias Cavalcante, ex-campeão do Hero’s e com passagens pelo WSOF, Strikeforce e Titan FC. Nesta sexta, o goiano terá pela frente o ex-UFC Mehdi Baghdad, que possui 17 lutas na carreira, com 11 triunfos: oito por nocaute e outros três por finalização.

“Estou em um momento muito bom na carreira. Venho de cinco vitórias seguidas, a última delas contra o Gesias, um cara muito experiente e conhecido no MMA. Sem dúvida a vitória sobre ele foi muito importante para a minha carreira. Agora terei mais um adversário muito duro pela frente, inclusive com uma passagem pelo UFC. Mas estou muito bem preparado e confiante. Vou fazer o meu jogo e buscar o nocaute ou a finalização. Vou buscar o tempo todo definir a luta, desde o início”, concluiu o atleta da Five Rounds.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade